Osteoporosis and nutrition – a paleopathological insight

  • Francisco Curate Centro de Investigação em Antropologia e Saúde - Universidade de Coimbra

Resumo

A associação entre a osteoporose e a nutrição tem sido bastante documentada, e a nutrição é reconhecida como um dos principais fatores de risco para a perda óssea, afetando a saúde esquelética de diferentes formas. Tanto a biomedicina como a antropologia (ou, mais precisamente, a paleopatologia) têm procurado compreender de um modo global a contribuição da dieta para a saúde óssea, particularmente a relação entre a economia fisiológica do cálcio e a manutenção óssea. Tendo em consideração estas preocupações disciplinares, o presente artigo tem o objetivo de resumir e comentar as principais contribuições empíricas da paleopatologia para o corpo de conhecimento relativo à saúde óssea, especificamente a associação entre a perda óssea e a nutrição.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-05-04
Como Citar
CURATE, Francisco. Osteoporosis and nutrition – a paleopathological insight. Antropologia Portuguesa, [S.l.], v. 30, p. 29-51, maio 2016. ISSN 2182-7982. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/antropologiaportuguesa/article/view/1789>. Acesso em: 17 out. 2017.
Secção
Artigos temáticos

Palavras-chave

Dieta; perda óssea; saúde óssea; cálcio na dieta; paleopatologia