Entheseal changes: the role of Portuguese research

  • Charotte Yvette Henderson Charlotte CIAS – Centro de Investigação em Antropologia e Saúde, Departamento de Ciências da Vida, FCTUC, Universidade de Coimbra http://orcid.org/0000-0001-6954-7328
  • Francisca Alves Cardoso Francisca NOVA CRIA - Centro em Rede de Investigação em Antropologia, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, FCSH, Universidade NOVA de Lisboa

Resumo

This paper presents a review of research in Portugal on entheseal changes (EC), widely used to record activity-patterns. This is explored chronologically and thematically, from the development of research initially testing of methods on identified collections, to a workshop in 2009, dedicated to EC, through to the recently published outputs of the working groups set up at that meeting. The role of individuals and the world class identified skeletal collections is also discussed. Key trends include the systematic development of recording methods, their testing and the interrogation of the interplay of biology and society in occupation. The recent outputs of all the working groups will inform current and future research, meaning that the Portuguese role in the study of entheses will be long-lived and continue to be of international significance.

 

Resumo

O presente trabalho apresenta uma revisão da investigação desenvolvida em Portugal no que concerne o tema das alterações das enteses (AE), que têm sido amplamente utilizadas para registar padrões de actividade em populações do passado. O tema é explorado cronológica e temática, desde o início da investigação em AE centrado no desenvolvimento de métodos testados em coleções osteológicas identificadas, até às recentes publicações dos vários grupos de trabalho que tiveram origem no workshop de 2009, inclusivamente. Será também discutida a importância dos investigadores e das coleções osteológicas identificadas no estudo das AE. Presentemente, as principais tendências no estudo das AE incluem o desenvolvimento de métodos de registo, a aferição da viabilidade e exequibilidade dos mesmos, e a discussão da relação entre biologia e sociedade associada ao conceito de ocupação. Os resultados dos grupos de trabalho reflectem o estado da arte actual e informam sobre investigações futuras evidenciando que o papel da investigação associada a Portugal no estudo das AE será de contínua significância internacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-01-19
Como Citar
CHARLOTTE, Charotte Yvette Henderson; FRANCISCA, Francisca Alves Cardoso. Entheseal changes: the role of Portuguese research. Antropologia Portuguesa, [S.l.], v. 32, jan. 2017. ISSN 2182-7982. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/antropologiaportuguesa/article/view/2521>. Acesso em: 20 ago. 2017.
Secção
Artigos

Palavras-chave

Entheseal change (EC); entheses; musculoskeletal stress markers (MSM); biomechanics; markers of occupational stress (MOS); identified skeletal collections