Massa Óssea Cortical do Fémur numa Coleção Esquelética de Referência Portuguesa

  • Francisco Curate Research Centre for Anthropology and Health - University of Coimbra http://orcid.org/0000-0002-0480-209X
  • Eugénia Cunha Laboratory of Forensic Anthropology – Department of Life Sciences, Centre for Functional Ecology – Department of Life Sciences, University of Coimbra

Resumo

Neste trabalho, pretende-se investigar a fragilidade óssea cortical no fémur com a idade (à morte) e a sua associação ao sexo e à densidade mineral óssea. Os parâmetros radiogramétricos do fémur e a densidade mineral óssea no fémur proximal foram avaliados numa amostra de indivíduos adultos (N=98) da Coleção de Esqueletos Identificados da Universidade de Coimbra (Portugal). A largura total da diáfise (LTD), o índice cortical do fémur (FEMCI) e a densidade mineral óssea (DMO) são significativamente maiores nos homens, enquanto a largura medular (LM) não é estatisticamente diferente entre os sexos. Os parâmetros corticais da diáfise do fémur encontram-se associados à idade apenas nas mulheres; por seu lado, a DMO declina com a idade em ambos os sexos. A avaliação do osso cortical do fémur revela trajetórias sexuais específicas de perda óssea endosteal e aposição periosteal, que têm origem em diferenças sexuais no grau e padrão de perda de osso, bem como no tamanho ósseo. Nas mulheres, a perda endocortical de osso aumenta com a idade, particularmente nos anos peri- e pós-menopáusicos, desacelerando mais tarde. De forma concomitante, a acreção de osso na superfície subperiosteal persiste durante a vida adulta – equilibrando parcialmente a fragilidade óssea nas mulheres. A resistência óssea a meio da diáfise do fémur parece ser preservada durante grande parte da vida em ambos os sexos.

Palavras-chave

Radiogrammetry, dual x-ray absorptiometry, periosteal apposition, endosteal resorption, Coimbra Identified Skeletal Collection

  • Resumo visualizado = 88 vezes
  • PDF visualizado = 18 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-20
Como Citar
CURATE, Francisco; CUNHA, Eugénia. Massa Óssea Cortical do Fémur numa Coleção Esquelética de Referência Portuguesa. Antropologia Portuguesa, [S.l.], v. 34, p. 91-109, dez. 2017. ISSN 2182-7982. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/antropologiaportuguesa/article/view/3752>. Acesso em: 23 maio 2018.
Secção
Artigos

Palavras-chave

radiogrammetry, dual x-ray absorptiometry, periosteal apposition, endosteal resorption, Coimbra Identified Skeletal Collection