CORPOS DE CLAUSURA. REFLEXÕES SOBRE A ARQUITECTURA MONÁSTICA FEMININA NA ÉPOCA MODERNA

  • Maria Luísa Jacquinet CEAACP

Resumo

O espaço monástico, na complexa configuração arquitetónica com que cauciona e promove o retiro do
mundo, evoca e metaforiza o corpo clausurado, concebido aparentemente pelo que visualmente o oculta.
Neste sentido, os cenóbios femininos fundados ou renovados na esteira da Contra-Reforma oferecem uma
expressão particularmente eloquente, enquanto imagem de uma entidade em conflito, concebida no eixo
polarizado do binómio corpo-alma, século-religião, material-transcendente.
Apoiando-nos estrategicamente em elementos concretos oferecidos pela arquitetura de cenóbios femininos
da Modernidade, propomo-nos, pois, ilustrar e analisar a imagem deste corpo monacal e, em último termo,
refletir sobre o sentido do edificado enquanto programa visual ao serviço de um propósito doutrinário.
  • Resumo viewed = 10 times
  • PDF viewed = 12 times

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-04-14
Como Citar
JACQUINET, Maria Luísa. CORPOS DE CLAUSURA. REFLEXÕES SOBRE A ARQUITECTURA MONÁSTICA FEMININA NA ÉPOCA MODERNA. digitAR - Revista Digital de Arqueologia, Arquitectura e Artes, [S.l.], n. 2, p. 229-237, abr. 2015. ISSN 2182-844X. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/digitar/article/view/2244>. Acesso em: 17 dez. 2017.
Secção
IV - As Arquitecturas do Corpo

Palavras-chave

Arquitetura monástica; Clausura; Monaquismo feminino