Integração dos métodos de georradar e indução eletromagnética para o mapeamento de grutas: aplicação à lapa do sono - Arrábida

  • B. Caldeira Instituto de Ciências da Terra e Departamento de Física, ECT- Universidade de Évora
  • R. J. Oliveira Instituto de Ciências da Terra - Universidade de Évora
  • L. Rocha Centro de História da Arte e Investigação Artística, Universidade de Évora
  • J. F. Borges Instituto de Ciências da Terra e Departamento de Física, ECT- Universidade de Évora
  • S. Neves Instituto de Ciências da Terra - Universidade de Évora
  • R. Fernandes Centro de História da Arte e Investigação Artística, Universidade de Évora

Resumo

Neste trabalho apresentam-se os resultados da aplicação da geofísica ao mapeamento de uma secção da Lapa do Sono - Serra da Arrábida (Sesimbra), que se sabe ter tido ocupação funerária na época do Neolítico antigo e atualmente se apresenta extremamente obstruída por sedimentos. Foram escolhidas duas técnicas frequentemente utilizadas na prospecção da subsuperfície em ambiente arqueológico, o Georradar (GPR) e a Indução Eletromagnética de baixa frequência (EM). O difícil estado do terreno e os condicionalismos colocados em defesa da proteção da natureza impuseram um programa de aquisição de dados segundo um paradigma um pouco diferente do habitual. A metodologia seguida para a obtenção de resultados teve que se basear numa análise exaustiva sobre um limitado número de perfis modelados, utilizando distintas sistemáticas de processamento 2D, implementadas para despistar os principais fatores de erro. Os resultados permitem delinear a gruta principal inserida num meio cársico, extensamente fragmentado, principalmente nas áreas de cobertura da cavidade. Também se recolheram indícios de outras cavidades menores contiguas à gruta principal que podem estar a ela ligadas através de galerias menores preenchidas por sedimentos. A partir da interpretação dos resultados foi feita a avaliação da espessura de sedimentos acumuladas na periferia da gruta, sob os perfis amostrados.

Palavras-chave

Georradar, Indução Eletromagnética, Prospeção Geofísica em ambiente cársico, Modelação Geofísica

  • Resumo visualizado = 4 vezes
  • PDF visualizado = 5 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-03-12
Como Citar
CALDEIRA, B. et al. Integração dos métodos de georradar e indução eletromagnética para o mapeamento de grutas: aplicação à lapa do sono - Arrábida. digitAR - Revista Digital de Arqueologia, Arquitectura e Artes, [S.l.], n. 3, p. 31-36, mar. 2018. ISSN 2182-844X. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/digitar/article/view/5384>. Acesso em: 13 dez. 2018.
Edição
Secção
Artigos