O tratado pseudo-hipocrático sobre as carnes e o testemunho do Fédon

  • Gabriele Cornelli UnB – Brasília; Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da Universidade de Coimbra
  • Sussumo Matsui UnB – Brasília

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a investigação da natureza que Sócrates desenvolve no trecho de Fédon 96b-d. A descrição do texto platônico foi, por vezes, relacionada, em conteúdo e em estrutura, com o escrito médico Sobre as carnes. Quanto à estrutura, o tratado hipocrático começa explanando sobre a criação dos diversos órgãos do corpo humano através do calor e do frio. Ele detalha sobre os fenômenos da putrefação e da alimentação. Ele ressalta a importância de se obter provas sobre as sensações do corpo humano. Contudo, esta aproximação pode ser perigosa, pois não há provas suficientes para afirmar que Platão leu este tratado. Então, este ensaio se propõe aproximar as duas obras através de uma temática que lhes era comum: o impacto das filosofias naturais sobre a medicina e sobre os debates dos séculos V e IV a.C. O resultado deste exercício historiográfico e filológico é revelar que Platão estaria polemizando, direta ou indiretamente, com os hipocráticos.

Palavras-chave

Platão, Fédon, Sobre as carnes, medicina, cosmologia, causa

  • Resumo viewed = 17 times
  • PDF viewed = 17 times

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriele Cornelli, UnB – Brasília; Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da Universidade de Coimbra

Professor of Ancient Philosophy at Universidade de Brasília

Publicado
2017-11-08
Como Citar
CORNELLI, Gabriele; MATSUI, Sussumo. O tratado pseudo-hipocrático sobre as carnes e o testemunho do Fédon. Humanitas, [S.l.], v. 70, p. 25-36, nov. 2017. ISSN 2183-1718. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/humanitas/article/view/2788>. Acesso em: 14 dez. 2017.
Secção
Artigos

Palavras-chave

medicina, filosofia natural, cosmologia, decomposição, causa.