Memórias precoces de calor e segurança e a psicopatologia alimentar: O papel do social safeness e da body appreciation

  • Sara Oliveira Universidade de Coimbra.
  • Cláudia Ferreira Universidade de Coimbra.
  • Ana Laura Mendes Universidade de Coimbra.

Resumo

A literatura tem sublinhado a importância das experiências afiliativas precoces no desenvolvimento
e funcionamento humano. Paralelamente, estudos recentes evidenciaram a relação entre escassez de memórias positivas precoces e o comportamento alimentar perturbado.
No entanto, o estudo dos mecanismos subjacentes a esta associação permanece limitado. Este estudo testou um modelo que hipotetiza que memórias positivas precoces estão negativamente associadas à psicopatologia alimentar, através do social safeness e de uma relação positiva e de cuidado com o corpo. A análise path foi conduzida numa amostra de 490 mulheres e confirmou a adequabilidade do modelo, o qual explica 51% da variância da psicopatologia alimentar. Adicionalmente, o social safeness e a apreciação positiva do corpo (body appreciation) revelaram-se mediadores do impacto das memórias precoces de calor no comportamento alimentar perturbado, controlando o efeito do IMC. Estes resultados sugerem que o social safeness e a body appreciation poderão ter uma importante contribuição em programas de prevenção de psicopatologia alimentar.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-04-06
Como Citar
OLIVEIRA, Sara; FERREIRA, Cláudia; MENDES, Ana Laura. Memórias precoces de calor e segurança e a psicopatologia alimentar: O papel do social safeness e da body appreciation. Psychologica, [S.l.], p. 45-60, abr. 2017. ISSN 1647-8606. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/psychologica/article/view/4122>. Acesso em: 24 ago. 2017.
Secção
Articles

Palavras-chave

memórias precoces; social safeness; apreciação corporal; psicopatologia alimentar