História Intelectual e a Longa Duração: A Guerra Civil em Perspetiva

  • David Armitage Departamento de História da Universidade de Harvard

Resumo

Após décadas de aversão e esquecimento, historiadores de todos os quadrantes começam a regressar aos estudos de grande escala temporal. Há até sinais de que os historiadores intelectuais estão a retomar a abordagem de longa duração. Quais serão as razões para este ressurgimento da história intelectual de grande alcance e de que modo pode ela tornar-se metodologicamente robusta e, ao mesmo tempo, historicamente convincente? Este artigo propõe um modelo de história transtemporal baseado num contextualismo seriado para criar uma «história nas ideias» («history in ideas») que englobe séculos ou até milénios. Alguns exemplos-chave são retirados de trabalhos em desenvolvimento focados em ideias sobre a guerra civil vista desde a Roma antiga até à atualidade. O artigo conclui com uma breve reflexão sobre o impacto potencial das humanidades digitais na prática da história intelectual.
  • Resumo viewed = 11 times
  • PDF viewed = 6 times

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-12-01
Como Citar
ARMITAGE, David. História Intelectual e a Longa Duração: A Guerra Civil em Perspetiva. Revista de História das Ideias, [S.l.], v. 34, p. 9-33, dez. 2016. ISSN 2183-8925. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/rhi/article/view/3756>. Acesso em: 18 nov. 2017.
Secção
Artigos

Palavras-chave

Escola de Cambridge; guerra civil; história conceptual; humanidades digitais; longa duração