Professores como Facilitadores da Argumentação entre Estudantes: Uma Necessidade Emergente

  • Chrysi Rapanta Universidade Nova de Lisboa, Portugal.

Resumo

Nas últimas décadas, a relação entre a argumentação e a educação tem sido alvo de interesse de variadas investigações. Até agora, intervenções pedagógicas têm sido desenvolvidas para ensinar os estudantes a melhor argumentar ou a ajudá-los a aprender através do uso da argumentação. Na maioria dos estudos o papel do professor tem sido crucial. No entanto, não existem diretivas claras
sobre como podem/devem os professores implementar a argumentação com os seus alunos em aula. Este artigo apresenta uma revisão qualitativa de estudos empíricos chave que descrevem o papel do professor como mediador da prática argumentativa dos estudantes, acabando com uma explicação integradora sobre o que tem de ser feito, como e quando, para apoiar o processo argumentativo na aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-04-07
Como Citar
RAPANTA, Chrysi. Professores como Facilitadores da Argumentação entre Estudantes: Uma Necessidade Emergente. Revista Portuguesa de Pedagogia, [S.l.], p. 41-62, abr. 2017. ISSN 1647-8614. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/rppedagogia/article/view/4129>. Acesso em: 17 out. 2017.
Secção
Artigos

Palavras-chave

argumentação; educação K-12; professor; métodos; discurso na sala de aula; revisão qualitativa