Pessoas-livros: O Arquivo Bibliográfico de Fernando Pessoa

  • Pedro Sepúlveda FCSH, Universidade Nova de Lisboa

Resumo

Apesar de a obra de Fernando Pessoa estar contida principalmente nos quase 30000 papéis que compõem o arquivo hoje à guarda da Biblioteca Nacional de Portugal, é possível demonstrar como este arquivo é composto por materiais de cariz bibliográfico, que o associam ao suporte do livro. Contrariamente a uma ideia corrente de Pessoa como alguém que não escreveu livros e deixou apenas papéis avulsos, esta evidência material mostra que o poeta concebia uma ideia de livro e de conjunto de livros que condicionava o seu modo de escrita. Este artigo tem como propósito contextualizar e precisar as preocupações de Pessoa com a materialidade de um suporte distinto daquele em que se encontra a maior parte da sua obra, analisando diversos testemunhos desta dimensão bibliográfica da sua escrita.

 

DOI: http://dx.doi.org/10.14195/2182-8830_2-1_3

  • Resumo viewed = 50 times
  • HTML viewed = 52 times
  • PDF viewed = 31 times

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Sepúlveda, FCSH, Universidade Nova de Lisboa
Pedro Sepúlveda é Investigador de Pós-Doutoramento na FCSH da Universidade Nova de Lisboa, onde integra o projeto “Estranhar Pessoa: um escrutínio das pretensões heteronímicas” (ELAB/IFL). Tem-se dedicado principalmente ao estudo da obra de Pessoa, procurando articular problemas de foro hermenêutico e filológico.

Referências

Edições da obra de Fernando Pessoa

PESSOA, Fernando (1993). Mensagem. Poemas Esotéricos. Coord. de José Augusto Seabra. Edição Crítica. Madrid [etc.]: Colecção Arquivos.

PESSOA, Fernando (1994). Poemas Completos de Alberto Caeiro. Ed. de Teresa Sobral Cunha. Lisboa: Editorial Presença.

PESSOA, Fernando (1998). Cartas entre Fernando Pessoa e os directores da Presença. Edição e Estudo de Enrico Martines. Ed. Crítica de Fernando Pessoa. Estudos. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda.

PESSOA, Fernando (2000). Crítica. Ensaios, Artigos, Entrevistas. Ed. de Fernando Cabral Martins. Obras de Fernando Pessoa. Lisboa: Assírio & Alvim.

PESSOA, Fernando (2000a). Poemas de Fernando Pessoa. 1934-1935. Ed. de Luís Prista. Edição Crítica de Fernando Pessoa. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda.

PESSOA, Fernando (2001). Alberto Caeiro. Poesia. Ed. de Fernando Cabral Martins e Richard Zenith. Obras de Fernando Pessoa. Lisboa: Assírio & Alvim.

PESSOA, Fernando (2006). Obras de Jean Seul de Méluret. Edição e Estudo de Rita Patrício e Jerónimo Pizarro. Edição Crítica de Fernando Pessoa. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda.

PESSOA, Fernando (2009). Cadernos. Tomo I. Ed. de Jerónimo Pizarro. Edição Crítica de Fernando Pessoa. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda.

PESSOA, Fernando (2010). Livro do Desasocego. Tomos I e II. Ed. de Jerónimo Pizarro. Edição Crítica de Fernando Pessoa. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda.

PESSOA, Fernando (2011). Sebastianismo e Quinto Império. Edição, introdução e notas de Jorge Uribe e Pedro Sepúlveda. Obras de Fernando Pessoa. Nova Série. Lisboa: Ática.

PESSOA, Fernando (2012). Teoria da Heteronímia. Ed. de Fernando Cabral Martins e Richard Zenith. Páginas de Fernando Pessoa. Lisboa: Assírio & Alvim.

Outras fontes da obra de Fernando Pessoa

BNP: Espólio de Fernando Pessoa à guarda da Biblioteca Nacional de Portugal (Espólio 3).

CFP: Livros da Biblioteca Particular de Fernando Pessoa, à guarda da Casa Fernando Pessoa.

Espólio de Fernando Pessoa disponibilizado na Biblioteca Nacional Digital, junho de 2014, http://purl.pt/1000/1/.

Portal da Casa Fernando Pessoa, onde se encontram disponíveis para consulta os exemplares da sua Biblioteca Particular, junho de 2014, http://casafernandopessoa.cm-lisboa.pt.

Outras referências

BELKNAP, Robert E. (2004). The List: The Uses and Pleasures of Cataloguing. New Haven: Yale University Press.

BLUMENBERG, Hans (1981). Die Lesbarkeit der Welt. Frankfurt am Main: Suhrkamp Verlag.

BUESCU, Helena Carvalhão (2003). “Des livres du futur et du passé: Pessoa et Mallarmé (avec passage par Calvino et Ortega).” Representações do Real na Modernidade – ACT 7. Org. de Helena Carvalhão Buescu e João Ferreira Duarte. Lisboa: Centro de Estudos Comparatistas, Colibri. 43-59.

CASTRO, Ivo (2013). Editar Pessoa. 2.ª edição, aumentada. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda.

DIONÍSIO, João (1993). “Introdução.” Poemas Ingleses. Tomo I. Antinous, Inscriptions, Epithalamium, 35 Sonnets. Ed. de João Dionísio. Edição Crítica de Fernando Pessoa. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda. 7-37.

DRUCKER, Johanna (1994). The Visible Word: Experimental Typography and Modern Art, 1909-1923. Chicago: The University of Chicago Press.

DRUCKER, Johanna (1995). The Century of Artist’s Books. New York: Granary Books.

DUARTE, Luiz Fagundes (1988). “Texto acabado e texto virtual ou a cauda do cometa.” Revista da Biblioteca Nacional. S. 2. 3.3 (set.-dez.): 167-181.

DUARTE, Luiz Fagundes (2008). “Arca.” Dicionário de Fernando Pessoa e do Modernismo Português. Coord. de Fernando Cabral Martins. Lisboa: Caminho. 55-58.

ECO, Umberto (2009). La Vertigine della Lista. Milano: Bompiani: 2009. Trad: A Vertigem das Listas. Trad. de Vergílio Tenreiro Viseu. Lisboa: Difel, 2009.

FEIJÓ, António M. (2000). “‘Alberto Caeiro’ e as últimas palavras de Fernando Pessoa.” Revista Colóquio/Letras 155/156 (jan.): 181-190.

FOUCAULT, Michel (1994). “Qu’est-ce qu’un auteur?” In Dits et Écrits 1954-1988. Paris: Gallimard. 789-821. (1.a ed.: 1969, Bulletin de la Societé française de philosophie, 63e année, 3). Trad.: 1992, O que é um autor ? Trad. de António Fernando Cascais e Edmundo Cordeiro. Prefácio de José A. Bragança de Miranda e António Fernando Cascais. Lisboa: Vega.

GALHOZ, Maria Aliete (1993). “A fortuna editorial pessoana e seus problemas.” Mensagem. Poemas Esotéricos. Coord. de José Augusto Seabra. Edição Crítica. Madrid [etc.]: Coleção Arquivos. 216-226.

GUSMÃO, Manuel (2003). “O Fausto — um teatro em ruínas.” Românica. Revista de Literatura do Departamento de Literaturas Românicas da FLUL 12: 67-86.

GUSMÃO, Manuel (2011). “Fernando Pessoa e o Original Perdido.” Tágides. Revista de Literatura, Cultura e Arte Portuguesas 1. Revisão da História da Literatura e Nova Filologia. São Paulo: Universidade de São Paulo: 89-100.

MARTINS, Fernando Cabral (2003). “Breves notas sobre a alta definição.” Românica. Revista de Literatura do Departamento de Literaturas Românicas da FLUL 12: 157-164.

MARTINS, Fernando Cabral (2011). “Fernando Pessoa e o Original Perdido.” Tágides. Revista de Literatura, Cultura e Arte Portuguesas 1. Revisão da História da Literatura e Nova Filologia. São Paulo: Universidade de São Paulo: 89-100.

MCGANN, Jerome J. (1993). Black Riders: The Visible Language of Modernism. Princeton, NJ: Princeton University Press.

PATRÍCIO, Rita (2012). Episódios. Da teorização estética em Fernando Pessoa. Edição do Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho. V. N. Famalicão: Edições Húmus.

PATRÍCIO, Rita e Jerónimo Pizarro (2006). “Introdução.” Obras de Jean Seul de Méluret. Edição e Estudo de Rita Patrício e Jerónimo Pizarro. Edição Crítica de Fernando Pessoa. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda. 7-36.

SANTOS, Maria Laura Nobre dos; Cruz, Alexandrina Cruz, Rosa Maria Montenegro e Lídia Pimentel (1988). “A inventariação do espólio de Fernando Pessoa: tentativa de reconstituição.” Revista da Biblioteca Nacional. S. 2. 3.3 (set.-dez.): 119-213.

SCHERER, Jacques (1977). Le “Livre” de Mallarmé. Nouvelle Édition Revue et Augmentée. Paris: Gallimard.

SEPÚLVEDA, Pedro (2013). Os livros de Fernando Pessoa. Prefácio de António M. Feijó. Lisboa: Ática.

SEPÚLVEDA, Pedro (2013a). “Listas do Desassossego.” In MATLIT. Revista do Programa de Doutoramento “Estudos Avançados em Materialidades da Literatura” 1.1: 35-55.

SEPÚLVEDA, Pedro e Jorge Uribe (2013). “Planeamento editorial de uma obra em potência: o autor crítico e tradutor Thomas Crosse.” Revista Colóquio/Letras 183: 57-79.

ZENITH, Richard (2001). “Caeiro Triunfal.” Alberto Caeiro. Poesia. Ed. de Fernando Cabral Martins e Richard Zenith. Lisboa: Assírio e Alvim. 226-266
Publicado
2014-11-08
Como Citar
SEPÚLVEDA, Pedro. Pessoas-livros: O Arquivo Bibliográfico de Fernando Pessoa. MATLIT: Materialidades da Literatura, [S.l.], v. 2, n. 1, p. 55-77, nov. 2014. ISSN 2182-8830. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/matlit/article/view/1890>. Acesso em: 18 dez. 2017. doi: https://doi.org/10.14195/2182-8830.
Secção
Secção Temática | Thematic Section

Palavras-chave

Fernando Pessoa; Arquivo; Livro; Edição; Poesia; Modernismo