Return to Article Details O Literário Será Sempre Moderno? O Novo Nostálgico da Literatura Eletrónica