Comunicação estratégica? Notas sobre a prática profissional no Brasil a partir de uma análise do perfil dos profissionais de gestão

  • Bruno Carramenha FAAP

Resumo

Este artigo apresenta os perfis de dez profissionais de comunicação evidenciados em pesquisa qualitativa de campo. A partir das características mais frequentemente referenciadas em seus discursos, foi possível organizá-los em três grupos, os autopromotores, os articuladores e os executores, e reconhecer aspectos da atuação do profissional de comunicação na indústria brasileira. Buscamos, então, por meio da revisão bibliográfica, que perpassa pelo reconhecimento do trabalho na contemporaneidade, pelo processo de identificação do sujeito e pelo entendimento da atuação da gestão da comunicação nas organizações, propor uma análise crítica sobre os perfis destes grupos.

Palavras-chave

Identidade, Trabalho Imaterial, Comunicação com Empregados, Comunicação Organizacional

  • Resumo visualizado = 20 vezes
  • PDF visualizado = 17 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Carramenha, FAAP

Graduado em Relações Públicas (2006) pela Faculdade Cásper Líbero, tem especialização em Gestão e Marketing (2010) pela ESPM e mestrado em Comunicação (2016) pela Faculdade Cásper Líbero.

É professor na graduação de Relações Públicas da Faap e dos programas de pós-graduação em Comunicação Organizacional da Universidade Anhembi-Morumbi e Faculdades Integradas Rio Branco.

Publicado
2018-11-12
Como Citar
CARRAMENHA, Bruno. Comunicação estratégica? Notas sobre a prática profissional no Brasil a partir de uma análise do perfil dos profissionais de gestão. Media & Jornalismo, [S.l.], v. 18, n. 33, p. 187-204, nov. 2018. ISSN 2183-5462. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/mj/article/view/4812>. Acesso em: 19 dez. 2018.