O lucro social e financeiro do jornalismo de investigação

  • Pedro Coelho Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Centro de Investigação em Comunicação e Cultura Digital (CIC.Digital NOVA FCSH), 1069-061 Lisboa, Portugal
  • Marisa Torres da Silva Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Centro de Investigação em Comunicação e Cultura Digital (CIC.Digital NOVA FCSH), 1069-061 Lisboa, Portugal

Resumo

Este artigo tem como objetivo discutir soluções para o jornalismo, colocando em particular relevo o lucro social e financeiro do seu género mais nobre, o jornalismo de investigação. Tomando como ponto de partida uma avaliação da dimensão da crise de sustentabilidade que o jornalismo atualmente enfrenta, abordamos a especificidade, os riscos, as exigências e os encargos do jornalismo de investigação. Esta forma superior de jornalismo comporta, porém, lucros sociais tangíveis, além da possibilidade de gerar receitas para os media, quando a qualidade se constitui como motor também para o sucesso comercial. Advogamos que o futuro do jornalismo passa necessariamente por aqui - e talvez, como propõe Julia Cagé, por um modelo de financiamento reconstruído, que consiga resgatar o jornalismo através do controlo do mercado.

Palavras-chave

Crise do jornalismo; Jornalismo de investigação; Lucro social e financeiro; Modelo de negócio; Futuro do jornalismo

  • Resumo visualizado = 80 vezes
  • PDF visualizado = 106 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-05-18
Como Citar
COELHO, Pedro; SILVA, Marisa Torres da. O lucro social e financeiro do jornalismo de investigação. Media & Jornalismo, [S.l.], v. 18, n. 32, p. 73-94, maio 2018. ISSN 2183-5462. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/mj/article/view/5677>. Acesso em: 17 ago. 2018.