Associações entre estresse parental e práticas socioeducativas parentais em pais/mães de filhos com e sem diabetes mellitus tipo 1

  • Ariane de Brito Universidade Federal de Sergipe
  • André Faro Universidade Federal de Sergipe

Resumo

Nesta pesquisa de delineamento correlacional e comparativo, examinaram-se os níveis de estresse parental e as práticas socioeducativas parentais em 135 pais/mães de filhos sem doença crônica (grupo controle) e com diabetes mellitus tipo 1 (DM1; grupo clínico). Para tanto, os grupos foram estratificados quanto ao nível de estresse parental relatado (baixo ou alto estresse) e foram constatadas diferenças significativas entre eles, exceto entre os grupos controle e clínico com baixo estresse. A regressão logística multinomial também revelou diferenças significativas entre os grupos quanto ao uso de práticas socioeducativas de afeto, educação e disciplina, onde os pais/mães do grupo controle baixo estresse parental apresentaram maiores chances de uso de tais práticas. Ao final, acredita-se que os resultados encontrados podem auxiliar intervenções com pais/mães que busquem minimizar o estresse parental e potencializar o uso de práticas parentais positivas, e promover um melhor controle glicêmico do(a) filho(a) portador(a) de DM1.

Palavras-chave

estresse parental; práticas educativas; diabetes mellitus tipo 1

  • Resumo viewed = 10 times
  • PDF viewed = 9 times

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-07-17
Como Citar
BRITO, Ariane de; FARO, André. Associações entre estresse parental e práticas socioeducativas parentais em pais/mães de filhos com e sem diabetes mellitus tipo 1. Psychologica, [S.l.], v. 60, n. 1, p. 95-111, jul. 2017. ISSN 1647-8606. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/psychologica/article/view/4757>. Acesso em: 15 dez. 2017.
Secção
Articles