A escrita expressiva e criativa no contexto terapêutico: Dos diferentes conceitos ao desenvolvimento de programas de escrita terapêutica

  • Ana Catarina Costa Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
  • Manuel Viegas Abreu Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra

Resumo

Um dos principais objectivos desta revisão selectiva da literatura no campo da escrita terapêutica consiste em clarificar as diferenças entre escrita expressiva e escrita criativa no contexto da saúde mental. Um outro objectivo visa identificar os procedimentos mais eficazes para desenvolver programas de escrita criativa para uma população clínica. Considerando estes objectivos específicos, utilizámos uma revisão selectiva focada no campo específico do estudo sobre escrita terapêutica. Verificámos que apesar de a escrita expressiva se encontrar claramente definida e os seus benefícios na saúde mental terem recebido um extenso suporte empírico, a escrita criativa apresenta lacunas de uma conceptualização consistente no contexto clínico. De forma similar, encontrámos vários estudos focados nos benefícios terapêuticos da poesia; todavia, outros géneros literários recebem muito menos atenção e encontram-se ainda mais insuficientemente definidos. Uma vez que alguns estudos apoiam a ideia de que dar um conteúdo com significado a um texto é mais benéfico, e dado que escrever criativamente implica oferecer novas perspectivas e significados à informação, propomos que o desenvolvimento de programas de escrita criativa deve ser experimentado. Com o objectivo de desenvolver estes programas no futuro, damos algumas sugestões baseadas em métodos de escrita expressiva já estudados.

Palavras-chave

escrita expressiva, escrita criativa, auto-expressão, escrita terapêutica, terapia pela poesia

  • Resumo visualizado = 88 vezes
  • PDF (English) visualizado = 226 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-02-09
Como Citar
COSTA, Ana Catarina; ABREU, Manuel Viegas. A escrita expressiva e criativa no contexto terapêutico: Dos diferentes conceitos ao desenvolvimento de programas de escrita terapêutica. Psychologica, [S.l.], v. 61, n. 1, p. 69-86, fev. 2018. ISSN 1647-8606. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/psychologica/article/view/5210>. Acesso em: 15 dez. 2018.
Secção
Artigos