Avaliação de adolescentes sobre a importância de valores para a sociedade: relações com classe econômica e escolaridade dos pais

  • João Wachelke Instituto de Psicologia. Universidade Federal de Uberlândia, Brasil.

Resumo

O estudo compara as percepções de adolescentes brasileiros que ocupam diferentes posições sociais (combinações de renda e escolaridade dos pais) a respeito das metas que eles priorizam para uma sociedade idealizada. É utilizado o marco teórico dos valores societais, conhecimentos estruturados sobre ideologias originados das lutas dos grupos pelo poder. Entende-se que as principais influências para os valores dos adolescentes são experiências vividas junto à família, amigos e professores. Os participantes foram 736 estudantes secundaristas da cidade de Uberlândia, Minas Gerais, que responderam uma
versão adaptada do Questionário de Valores Psicossociais (QVP24) e informações sobre renda e escolaridade de seus pais. As respostas ligadas aos valores foram codificadas em categorias de importância, e tratadas a partir de estatística descritiva e análise das correspondências. Os resultados indicam maiores proporções de alta importância para os valores pós-materialistas. Os principais contrastes envolveram valores religiosos, associados a posições sociais inferiores e valores hedonistas, ligados a estudantes de posições privilegiadas, como se isso fosse pré-condição para vivenciá-los. A interpretação dos
padrões de resultados articula referências sociais compartilhadas e a busca por justificação da posição do próprio grupo na projeção de uma sociedade ideal, configurando algumas arenas de disputa.

Palavras-chave

valores, adolescentes, classes sociais, escolaridade

  • Resumo visualizado = 3 vezes
  • PDF visualizado = 9 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-17
Como Citar
WACHELKE, João. Avaliação de adolescentes sobre a importância de valores para a sociedade: relações com classe econômica e escolaridade dos pais. Psychologica, [S.l.], v. 61, n. 2, p. 47-68, dez. 2018. ISSN 1647-8606. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/psychologica/article/view/6059>. Acesso em: 20 jan. 2019.
Secção
Artigos