O CORPO DAS PERSONAGENS QUEIROSIANAS: DOIS ENUNCIADORES DESMANCHA-PRAZERES, ENTRE DEUS E O DIABO

  • Ana Luísa Vilela Universidade de Évora

Resumo

Nos romances de Eça de Queirós, a observação dos processos pelos quais é dita e, sobretudo, sugerida a imaginária carnalidade das personagens constitui uma das mais férteis e sedutoras vias de fruição da obra do maior escritor realista português. Frequentemente, no entanto, a representação do corpo de muitas personagens queirosianas constitui, apenas, um meio para falar de outra coisa – ou, simplesmente, um recurso da verosimilhança, um suporte que autorize a própria personagem a falar, isto é, a fornecer informações às outras personagens e ao leitor. De facto, por exemplo n’Os Maias, a obra-prima do autor, há personagens especialmente vocacionadas para a enunciação: são mensageiros, informadores, cuja missão, a de revelar uma verdade diegética, concentra o essencial da sua função romanesca, quase completamente os absorve e, por isso, até certo ponto os descarna, enfraquecendo a sua densidade física. Independentemente do regime utilizado pelo discurso para lhe aludir, a representação do corpo é, nestes casos, determinada pelo seu caráter funcional, que tematicamente o secundariza enquanto organismo. É o caso de, por exemplo, Castro Gomes e Guimarães. É justamente este grau instrumental e episódico da menção física que é preferencialmente abordado neste artigo, apoiada na categorização proposta por Francis Berthelot. Procuro, aqui, compreender a forma como a corporalidade romanesca pode acomodar-se ao desempenho, por estas personagens, das suas funções enunciativas particulares. Que ressonância e relevância semântico-simbólicas adquire então, nestas figuras, a sua problemática representação física? Que insuspeito valor tem o seu corpo no romance?

Palavras-chave

Eça de Queirós, Os Maias, representação física, enunciação, personagens secundárias, Guimarães, Castro Gomes

  • Resumo visualizado = 11 vezes
  • PDF visualizado = 10 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-27
Como Citar
VILELA, Ana Luísa. O CORPO DAS PERSONAGENS QUEIROSIANAS: DOIS ENUNCIADORES DESMANCHA-PRAZERES, ENTRE DEUS E O DIABO. Revista de Estudos Literários, [S.l.], v. 6, p. 309-331, dez. 2017. ISSN 2183-847X. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/rel/article/view/4892>. Acesso em: 26 abr. 2018.