ESCRITA E ECO: A DIMENSÃO METALITERÁRIA DE VUITANTA-SIS CONTES (1999), DE QUIM MONZÓ

Writing and Echo: The Metaliterary Dimension of Vuitanta-Sis Contes (1999), by Quim Monzó

  • Helena Costa Carvalho Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, CLEPUL

Resumo

O presente texto propõe-se avaliar a dimensão metaliterária de Vuitanta-Sis Contes (1999), obra do escritor catalão Quim Monzó (n. 1952) que compila os cinco livros de contos publicados pelo autor até 1999. Nesse sentido, procuramos averiguar a forma – não raras vezes satírica, paródica e irónica – como tais contos tematizam a literatura no duplo prisma da criação e da recepção da obra literária, bem como os vários tópicos e recursos nos quais a vocação auto-reflexiva da ficção monzoniana se revela.

  • Resumo visualizado = 44 vezes
  • PDF visualizado = 25 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helena Costa Carvalho, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, CLEPUL

Licenciada em Filosofia (Univ. Coimbra, 2005), pós-graduada em Poética e Hermenêutica (Univ. Coimbra, 2006) e mestre em Filosofia (Univ. Lisboa, 2013), com uma dissertação intitulada “Filosofia e Literatura: o sentido e a medida de uma relação possível em Maurice Blanchot e Paul Ricoeur”. Desde 2017, é bolseira de doutoramento da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, preparando uma tese em Estudos Portugueses sobre a obra de António Ramos Rosa (Univ. Lisboa). É investigadora não doutorada integrada do CLEPUL- FLUL, centro que acolhe a sua investigação. As suas principais áreas de investigação são a filosofia da literatura, a hermenêutica e a literatura contemporânea, interessando-lhe sobretudo as questões da relação filosofia-literatura e do estatuto ontológico do texto literário.

Publicado
2018-07-26
Como Citar
CARVALHO, Helena Costa. ESCRITA E ECO: A DIMENSÃO METALITERÁRIA DE VUITANTA-SIS CONTES (1999), DE QUIM MONZÓ. Revista de Estudos Literários, [S.l.], v. 7, p. 277-304, jul. 2018. ISSN 2183-847X. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/rel/article/view/5842>. Acesso em: 17 dez. 2018.
Secção
Secção Não-Temática