A religiosidade medieval como campo de trabalho historiográfico: perspetivas recentes

  • Maria de Lurdes Rosa FCSH-NOVA; IEM/FCSH-NOVA; CEHR-UCP

Resumo

O artigo propõe-se caracterizar e discutir a historiografia recente sobre o tema da religiosidade no período medieval, apresentando e comentando trabalhos considerados ilustrativos do que se considera como a tendência mais criativa e interessante do campo – a construção e uso de um conceito analítico de religiosidade medieval que respeite exigências teóricas atuais. Os trabalhos apresentados foram agrupados em quatro campos temáticos, a saber: as reconfigurações da História antropológica; a História das emoções; a vivência leiga da religião; a história da instituição Igreja e da eclesiologia. Antecede esta exposição uma reflexão epistemológica em torno de questões basilares da construção historiográfica, aqui especificamente aplicada à história da religiosidade na Época medieval (conceitos, teorias, materiais, crítica às «grandes narrativas» e ao medievalismo que envolve o tema).

Palavras-chave

História medieval, religiosidade, historiografia, antropologia histórica, história das emoções

  • Resumo visualizado = 22 vezes
  • PDF visualizado = 9 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-05-09
Como Citar
ROSA, Maria de Lurdes. A religiosidade medieval como campo de trabalho historiográfico: perspetivas recentes. Revista de História das Ideias, [S.l.], v. 36, p. 57-81, maio 2018. ISSN 2183-8925. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/rhi/article/view/5620>. Acesso em: 20 jul. 2018.
Secção
Artigos