Notícias

Convite à apresentação de artigos para 2020 – Tema: Exílios e Exilados – Prazo de entrega 30 de junho 2019 | Call for papers for 2020 – Subject: Exile and Exiles – Deadline for submission: June 30, 2019

2018-11-19

Tema: Exílios e Exilados

Prazo para a entrega de artigos: 30 de junho 2019

No domínio da História, e em particular no da História das Ideias e da Cultura, o exílio incorpora um vasto número de possibilidades, traduzíveis em observações e esforços de análise que permitem reconhecer situações objetivas, experiências de recorte individual ou coletivo, reflexões ou testemunhos, pautados pelo lugar de exílio e pela condição de exilado. A História de Portugal, dada até a especificidade do país, ao longo dos séculos, como lugar privilegiado de partida, de chegada e também de trânsito, não pode deixar de ter uma relação muito estreita e continuada com estes processos de reconfiguração identitária e de reconhecimento do mundo em volta.

Encarada sob uma perspetiva global e sinóptica, a condição do exílio poderá ser considerada a três níveis distintos e simultaneamente complementares: 1) na abordagem das condições que forçam os exilados a expatriar-se e que tornam possível a sua integração razoavelmente estável em outras sociedades; 2) na observação das modalidades através das quais vivem e negoceiam, de uma forma individual ou coletiva, a sua dupla condição de exilados, com respeito à sociedade de origem, e de refugiados, mais ou menos reconhecidos, que detêm nas sociedades de acolhimento e residência; 3) no reconhecimento das transformações que essas modalidades vão tomando através do tempo, sob a influência de mudanças ocorridas tanto nos territórios e ambientes de origem quanto nos de abrigo ou de refúgio.

Este volume da Revista de História das Ideias toma como tema o lugar de  exílio, ao mesmo tempo território de escape, de refúgio, de ausência e de transformação, mas considera igualmente a condição e o percurso biográfico do exilado, como seu sujeito e intérprete. Aceitando propostas originais, privilegiará aquelas que se traduzam em estudos no domínio do pensamento político e social, dos movimentos organizados de reconfiguração identitária e de resistência à imposição de perspetivas, do estudo das representações do mundo e da viagem consideradas como instrumentos de escape ao banimento social, à coação intelectual ou à repressão política. Sugere-se uma articulação com o campo da história das ideias, tomando esta no seu sentido mais abrangente, capaz de abranger diferentes trabalhos de natureza inter e transdisciplinar.

As propostas de artigos devem ser submetidas através da plataforma Open Journal Systems (http://impactum-journals.uc.pt/rhi/submission/wizard), sendo necessário que os autores assinalem no campo “Comentários para o Editor” a indicação de ‘Dossiê Temático’, até ao dia 30 de junho de 2019, devendo respeitar escrupulosamente as normas que se encontram publicadas na página web da Revista: https://www.uc.pt/fluc/ihti/rhi

Coordenador deste volume: Rui Bebiano

__________________________________________________________________

Subject: Exile and Exiles

Deadline for submission: June 30, 2019

In History, particularly in the field of the History of Ideas and Culture, the subject of exile allows a wide range of possibilities for research, analysis, reflection and debate. Objective situations, individual and collective experiences, reflections or accounts marked by the place and condition of exile can be identified. Throughout the centuries and given the country’s particularities, the history of Portugal as a privileged place of departure, arrival and transit has given rise to a very close and enduring connection with these processes of identity reconfiguration and of recognition of the world around us.

Viewed from a global and synoptic perspective the condition of exile can be analysed from three different yet complementary perspectives: 1) the study of the circumstances which force exiles to leave their countries of origin as well as those which make it possible for them to enjoy a fairly stable integration in host societies; 2) the analysis of the modalities through which they live and negotiate, individually or collectively, the double condition as exiles, in regard to their society of origin, and as refugees – to a certain degree acknowledged as such - in host societies; 3) the identification of the shifts these modalities experienced over time under the influence of changes in both the territories and environments of origin and those of shelter or refuge.

The subject of this issue of the Journal of History of Ideas is the place of exile as  territory of escape, refuge, absence and change, including the condition and life story of the exile as its subject and as interpreter of the place of exile. The journal welcomes original articles, favouring those featuring studies in the fields of political and social thinking, organized movements of identity reconfiguration and resistance to the imposition of mindsets and the study of representations of the world and of travel perceived as instruments of escape from social banishment, intellectual coercion or political repression. We encourage authors to align their texts with the field of the history of ideas taken in a broad sense, thus covering interdisciplinary and transdisciplinary articles.

Until June 30, 2019, we welcome article proposals in strict compliance with the norms published in the Journal’s website: https://www.uc.pt/fluc/ihti/rhi.

Articles should be submitted at Open Journal Systems platform (http://impactum-journals.uc.pt/rhi/submission/wizard). Authors must write in the field “Comments for the Editor” that their work is being presented to ‘Dossiê Temático’.

Coordinator of this issue: Rui Bebiano

##common.readMoreWithTitle##

Edição Actual

v. 36 (2018): Religiões e Culturas
Publicado: 2018-05-15

Nota de Apresentação

Artigos

Ver Todas as Edições