A Importância dos Valores Pessoais e da Motivação para a Atividade Letiva no Bem-Estar Psicológico dos Professores

  • Carla Cordeiro Universidade do Algarve, Campus de Gambelas, Faro, Portugal
  • Vítor Gamboa Universidade do Algarve, Campus de Gambelas, Faro, Portugal.
  • Olímpio Paixão Universidade do Algarve, Campus de Gambelas, Faro, Portugal.

Resumo

Neste estudo foi analisada a relação entre os valores pessoais e o comportamento motivacional dos professores no desempenho de duas tarefas específicas
da atividade docente, bem como os efeitos destas duas variáveis nos níveis de bem-estar psicológico, à luz da Teoria da Autodeterminação (SDT) e da Teoria dos Valores Humanos de Schwartz. Participaram 345 professores (80.3% mulheres) do 2º e 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário, com uma média de idades de 49.41 anos (DP = 7.17) e com uma média de 25.07 anos (DP = 7.37) de experiência profissional na atividade docente. Os resultados obtidos parecem estar de acordo com os pressupostos da SDT de que os valores intrínsecos facilitam um comportamento motivacional mais autodeterminado, enquanto os valores extrínsecos promovem os tipos menos autodeterminados de motivação. Os resultados sugerem ainda que os valores pessoais e o funcionamento motivacional produzem efeitos independentes no bem-estar psicológico dos professores.

Palavras-chave

valores pessoais, funcionamento motivacional, bem-estar dos professores, Teoria da Autodeterminação

  • Resumo visualizado = 28 vezes
  • PDF visualizado = 24 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-07-01
Como Citar
CORDEIRO, Carla; GAMBOA, Vítor; PAIXÃO, Olímpio. A Importância dos Valores Pessoais e da Motivação para a Atividade Letiva no Bem-Estar Psicológico dos Professores. Revista Portuguesa de Pedagogia, [S.l.], n. 52-1, p. 43-62 pp., jul. 2018. ISSN 1647-8614. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/rppedagogia/article/view/5880>. Acesso em: 25 set. 2018.
Secção
Artigos