Impactos das chuvas na cidade de Fortaleza no triênio 2013, 2014 e 2015

  • João Sérgio Queiroz de Lima Departamento de Geografia, Universidade Federal do Ceará-UFC
  • Jader de Oliveira Santos Departamento de Geografia, Universidade Federal do Ceará-UFC
  • Maria Elisa Zanella Departamento de Geografia, Universidade Federal do Ceará-UFC

Resumo

O presente artigo objetiva avaliar os impactos das chuvas na Cidade de Fortaleza, quinta metrópole do Brasil, entre os anos de 2013 e 2015. Utiliza-se o método Sistema Clima Urbano para investigação ambiental integrada, com ênfase na climatologia geográfica. O sítio urbano de Fortaleza apresenta diversos ambientes suscetíveis a eventos deflagrados pelas chuvas. Alagamentos e inundações em planícies fluviais, lacustres e flúviomarinhas e movimentos de massa em encostas íngremes de dunas afetam o espaço urbano, além de ressacas do mar na zona costeira. Eventos pluviais acima de 30 mm/dia causam problemas generalizados na cidade, com os mais graves sendo os eventos extremos, acima de 100 mm/dia. Os mais sérios danos incidiram sobre a mobilidade e no uso residencial em todas as regiões do município. Interpreta-se que a sociedade local não apresenta preparo suficiente para lidar com os problemas ambientais detectados, resultado da ocupação inadequada dos ambientes naturais, múltiplas deficiências das infraestruturas urbanas e baixo nível de organização comunitária e das instituições públicas frente às situações de crise.

Palavras-chave

Chuvas, Cidade de Fortaleza, problemas ambientais

  • Resumo visualizado = 136 vezes
  • PDF visualizado = 68 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-07
Como Citar
DE LIMA, João Sérgio Queiroz; SANTOS, Jader de Oliveira; ZANELLA, Maria Elisa. Impactos das chuvas na cidade de Fortaleza no triênio 2013, 2014 e 2015. Territorium, [S.l.], n. 25 (I), p. 5-22, dez. 2017. ISSN 1647-7723. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/territorium/article/view/4819>. Acesso em: 22 out. 2018.