Boletim de Estudos Clássicos https://impactum-journals.uc.pt/bec Imprensa da Universidade de Coimbra pt-PT Boletim de Estudos Clássicos 0872-2110 <p>Os autores conservam os direitos de autor e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a&nbsp;<a href="http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/" target="_new">Licença Creative Commons Attribution</a>&nbsp;que permite a partilha do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</p> O Senhor dos Anéis de J. R. R. Tolkien e o universo da épica clássica https://impactum-journals.uc.pt/bec/article/view/64_11 <p align="justify"><span style="color: #000000;"><span style="font-family: 'Times New Roman', serif;"><span style="font-size: medium;"><span lang="pt-PT">A classificação do género </span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: 'Times New Roman', serif;"><span style="font-size: medium;"><span lang="pt-PT"><em>O Senhor dos anéis</em></span></span></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: 'Times New Roman', serif;"><span style="font-size: medium;"><span lang="pt-PT"> de Tolkien tem suscitado um intenso debate nas últimas décadas. Neste texto, discute-se a relação desta obra com as épicas clássicas, apontando algumas diferenças estruturais e temáticas subjacentes à concepção e organização dos textos.</span></span></span></span></p> Cláudia Teixeira ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2019-12-13 2019-12-13 64 207 220 10.14195/2183-7260_64_11 A mitologia greco-romana e a natureza nas representações do amor e do erotismo em Glaura de Silva Alvarenga https://impactum-journals.uc.pt/bec/article/view/64_10 <p>Silva Alvarenga é um poeta do Arcadismo brasileiro cuja poesia neoclássica demonstra forte influência da cultura antiga de origem Greco-romana. Neste artigo, discutimos a representação do amor nos versos deste poeta árcade que compõem o livro <em>Glaura: poemas eróticos</em>, publicado em 1799, esclarecendo as relações entre o sentimento amoroso e as referências a imagens da natureza e da mitologia Greco-romana utilizadas pelo poeta para compor o cenário bucólico do encontro entre amante e amada.</p> <p>&nbsp;</p> Alessandro Eloy Braga ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2019-12-13 2019-12-13 64 173 205 10.14195/2183-7260_64_10 Frei João dos Prazeres e o uso dos Clássicos no Abecedário Real de 1692 https://impactum-journals.uc.pt/bec/article/view/64_9 <p>Neste artigo, pretende-se observar o modo como as obras da Antiguidade Clássica são citadas e com que fins, no <em>Abecedário Real</em> (1692) de Frei João dos Prazeres. A questão essencial do artigo é a tentativa de compreensão do que leva um monge seiscentista a referenciar de maneira tão acentuada os autores da Antiguidade Clássica.</p> André Teixeira ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2019-12-13 2019-12-13 64 147 171 10.14195/2183-7260_64_9 Odi et amo https://impactum-journals.uc.pt/bec/article/view/64_8 <p>Sentimentos aparentemente inconciliáveis, amor e ódio, aparecem conjugados na poesia de Catulo e em vários outros poetas que se lhe seguiram. No entanto, apesar de ser Catulo a popularizá-lo, este tópico literário já se encontra nalguns escassos poemas que nos chegaram de Safo, imitados pelo poeta latino. Neste ensaio, debruçamo-nos particularmente sobre o carme catuliano <em>Odi et amo</em> (nº 85) e sobre a cantiga de amor <em>Se eu podesse desamar</em>, de Pero da Ponte, composta catorze séculos mais tarde. O cotejo entre os dois poemas mostra-nos ainda a influência de Catulo sobre o primeiro momento da literatura portuguesa, a lírica trovadoresca.</p> José Henrique Manso ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2019-12-13 2019-12-13 64 129 146 10.14195/2183-7260_64_8 A pietà de Mémnon e seu impacto na arte cristã https://impactum-journals.uc.pt/bec/article/view/64_7 <p class="western" style="font-style: normal; font-weight: normal; line-height: 150%; orphans: 0; widows: 0; text-decoration: none;" align="left">No contexto da literatura greco-latina, poucas figuras são simultaneamente tão fascinantes e obscuras como Mémnon. Através de uma breve análise das fontes literárias e iconográficas, este artigo começará por recapitular o que ainda sabemos sobre este herói para, num segundo momento, avaliar a possível influência de um dado esquema iconográfico, em que ele se encontra incluído, na arte cristã.</p> Miguel Carvalho Abrantes ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2019-12-13 2019-12-13 64 113 128 10.14195/2183-7260_64_7