LA PRODUCCIÓN METÁLICA DE ÉPOCA ROMANA EN MINA DE SÃO DOMINGOS (MÉRTOLA, PORTUGAL)

  • Juan Aurelio Pérez Macías Universidad de Huelva
  • Miguel Rego Câmara Municipal de Castro Verde

Resumo

Com este trabalho fazemos um périplo pela história contemporânea da exploração mineira em São Domingos (Mértola, Portugal), quando foram postos a descoberto a maioria dos trabalhos mineiros romanos e dos seus equipamentos de mineração. Todos estes achados arqueológicos confirmam que esta mina terá sido um dos principais coutos mineiros do sudoeste peninsular no período romano. Embora a maior parte dos vestígios a ela associados tenham sido destruídos pela actividade recente da mina, restam, no entanto, os grandes escoriais romanos que comprovam a produção de metais nesta mina. O nosso trabalho teve como objectivo definir a que tipo de metalurgia corresponde cada um daqueles escoriais. Os resultados das nossas análises confirmam que em época romana esta mina produziu prata e cobre, tendo ocorrido o seu período de maior actividade durante a primeira metade do séc. I d.C.

Palavras-chave

Faixa Piritosa Ibérica, São Domingos, mineração romana, escoriais

  • Resumo visualizado = 2 vezes
  • PDF visualizado = 2 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-31
Como Citar
PÉREZ MACÍAS, Juan Aurelio; REGO, Miguel. LA PRODUCCIÓN METÁLICA DE ÉPOCA ROMANA EN MINA DE SÃO DOMINGOS (MÉRTOLA, PORTUGAL). Conimbriga, [S.l.], v. 57, p. 5-45, dez. 2018. ISSN 1647-8657. Disponível em: <https://impactum-journals.uc.pt/conimbriga/article/view/6967>. Acesso em: 20 set. 2019.
Secção
Artigos