Learning transfer system inventory: evidências de validação para o Brasil

Palavras-chave: aprendizagem; transferência de aprendizagem; validação fatorial e preditiva de instrumento

Resumo

O sucesso das empresas dependerá da velocidade com que as pessoas possam adquirir e transferir novas ideias e informações. Um instrumento que diagnostica fatores que afetam a transferência de treinamento foi estudado no Brasil, visando a obtenção de evidências de validação fatorial e preditiva. É chamado Learning Transfer System Inventory – LTSI, composto por 89 itens. Foi respondido por 898 membros de sete organizações brasileiras, no final de eventos de treinamento e desenvolvimento (T&D). A análise da máxima verossimilhança com rotação oblíqua foi a abordagem da análise fatorial exploratória utilizada. A análise paralela foi utilizada para decidir sobre o número de fatores a extrair e o peso fatorial de .3, para decidir sobre o número de itens a reter em cada fator. Encontraram-se 12 fatores, cujos alfas variaram entre .78 e .90.  Entre 3 e 12 meses depois, foram aplicados os instrumentos de Impacto do Treinamento em Largura e o de Suporte à Transferência de Treinamento, desenvolvidos no Brasil e com boas evidências de validade. Correlações moderadas e fracas foram encontradas entre escores desses instrumentos e nove fatores do LTSI. O instrumento tem evidências de validade e pode ser utilizado pelos gestores de T&D no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-07-31
Como Citar
Afonso, C., & Borges-Andrade, J. (2019). Learning transfer system inventory: evidências de validação para o Brasil. Psychologica, 62(1), 143-164. Obtido de https://impactum-journals.uc.pt/psychologica/article/view/7011
Secção
Artigos