Projeto de Escola a Tempo Inteiro para o 6.º Ano de Escolaridade: “O Pirata do Ulisses”

  • Pedro Cabral Mendes Universidade de Coimbra
  • Cristina Rebelo Leandro Instituto Politécnico de Coimbra
  • Francisco Campos Instituto Politécnico de Coimbra
  • Pedro Parreira Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
  • Lisete Mónico Universidade de Coimbra

Resumo

O presente artigo tem como finalidade apresentar e avaliar os efeitos de um projeto de escola a tempo integral, com uma jornada diária de 8 tempos. Participaram no estudo 20 alunos do 6º ano de escolaridade (11.7±1.1 anos de idade), 20 encarregados de educação dos referidos alunos (42.6±4.54 anos) e 5 professores (51.8±4.66 anos). O método adotado combinou metodologias quantitativas e qualitativas. Para além do desempenho académico no início e fim do ano letivo, utilizou-se a técnica de associação livre de palavras (210 evocações) e realizaram-se 13 entrevistas. Os resultados indicaram que os vários atores no processo educativo valorizaram a aprendizagem, a afetividade, o convívio, a diversidade de ofertas educativas, a organização temporal da jornada escolar, o trabalho colaborativo, a intergeracionalidade, o diário de bordo e os métodos de estudo. Os inquiridos também consideram que houve cansaço, sobrecarga no tempo de permanência na escola e falta de tempo livre.

Palavras-chave

formação integral; escola a tempo integral; evocações livres; educação básica

  • Resumo visualizado = 5 vezes
  • PDF visualizado = 3 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-08-01
Como Citar
MENDES, Pedro Cabral et al. Projeto de Escola a Tempo Inteiro para o 6.º Ano de Escolaridade: “O Pirata do Ulisses”. Revista Portuguesa de Pedagogia, [S.l.], n. 52-2, p. 47-67, ago. 2019. ISSN 1647-8614. Disponível em: <https://impactum-journals.uc.pt/rppedagogia/article/view/6891>. Acesso em: 19 ago. 2019.
Secção
Artigos