Conceptions of quality of life, body and gender among Turkish breast cancer patients

  • Aysecan Terzioglu School of Nursing and Health Sciences Koc University, Turkey

Resumo

Na sequência das crescentes taxas de incidência de cancro, esta doença adquiriu grande visibilidade e as associações de pacientes tornaram-se mais ativas e populares na Turquia. Muitas destas associações enfatizam o conceito de “qualidade de vida” e defendem uma abordagem holística e
personalizada sobre a saúde. Este conceito realça os fatores psicológicos e sociais que afetam a experiência da doença e pretende capacitá-los, sugerindo-lhes formas de melhorar as suas vidas. No entanto, o discurso sobre a qualidade de vida, elaborado por médicos e outros profissionais da saúde, bem como pelas associações de doentes com cancro, ignora as condições socioeconómicas dos doentes e os fatores ambientais que influenciam a doença. Portanto, o conceito de qualidade de vida tem significados diferentes para cada um dos doentes com cancro, dependendo do seu background demográfico e socioeconómico. No caso das doentes com cancro da mama provenientes de meios desfavorecidos, ter cancro e uma boa qualidade de vida cria um óximoro, enquanto as pacientes com estatuto socioeconómico mais elevado ambicionam uma boa qualidade de vida. Este artigo explora o modo como as mulheres turcas com cancro da mama defininem qualidade de vida e como a relacionam com as suas concepções de corpo, género e saúde. Esta pesquisa foi realizada em três hospitais distintos em Istambul, com o objectivo de angariar uma ampla gama de doentes, no que respeita ao seu estatuto demográfico e socioeconómico.
  • Resumo visualizado = 80 vezes
  • PDF visualizado = 158 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-06-06
Como Citar
TERZIOGLU, Aysecan. Conceptions of quality of life, body and gender among Turkish breast cancer patients. Antropologia Portuguesa, [S.l.], v. 29, p. 11-24, jun. 2012. ISSN 2182-7982. Disponível em: <https://impactum-journals.uc.pt/antropologiaportuguesa/article/view/1874>. Acesso em: 26 maio 2019.
Secção
Artigos

Palavras-chave

Pacientes de cancro da mama turcas; associações de doentes; qualidade de vida; concepções do corpo e de género; cidadania biológica