“I have become a microscope for my own body”: local biologies and the embodiment of biomedical knowledge

  • João Arriscado Nunes Center for Social Studies (CES) School of Economics University of Coimbra, Portugal

Resumo

Neste artigo, explora-se a forma como aqueles que são vulgarmente designados de “leigos”, “públicos” ou “pacientes” se apropriam do conhecimento biomédico e biológico e o convertem em parte dos seus reportórios de experiências, incluindo as experiências incorporadas, assim como dispositivos específicos associados à promoção ou educação em saúde. O artigo baseia-se numa iniciativa experimental levada a cabo no Brasil no
domínio da promoção de saúde. Esta iniciativa suscita alguns desafios interessantes às definições do que conta como conhecimento e ao modo como este está associado à capacitação dos cidadãos no domínio da saúde.
  • Resumo visualizado = 95 vezes
  • PDF visualizado = 189 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-07-11
Como Citar
NUNES, João Arriscado. “I have become a microscope for my own body”: local biologies and the embodiment of biomedical knowledge. Antropologia Portuguesa, [S.l.], v. 29, p. 65-74, jul. 2014. ISSN 2182-7982. Disponível em: <https://impactum-journals.uc.pt/antropologiaportuguesa/article/view/1877>. Acesso em: 18 ago. 2019.
Secção
Artigos

Palavras-chave

Biologias locais; experiência; conhecimento incorporado; promoção da saúde; Brasil.