EVIDENCIAS DE UN NUEVO TALLER CERÁMICO DEL ALFARERO GES EN AUGUSTA EMERITA

Autores

  • Macarena Bustamante-Álvarez Programa Juan de la Cierva / Universidad Autónoma de Madrid
  • Ana M.ª Bejarano Osorio Consorcio Ciudad Monumental de Mérida

DOI:

https://doi.org/10.14195/1647-8657_53_5

Palavras-chave:

Augusta Emerita, cerâmica, figlina

Resumo

Apresentamos as evidências do que se considera ser o despejo de uma figlina em Emerita Augusta (Mérida, Espanha). O espaço localiza-se na atual rua Duque de Sala, n.º 50, com a esquina da rua Cesar Lozano. Urbanisticamente está bem posicionado no quadrante noroeste da cidade, ao lado de uma das maiores elevações, o chamado Cerro del Calvario e perto dos rios Guadiana e Albarregas. O sítio corresponde à oficina de produção cerâmica, de lucernas e de queimadores com o sigillum de um dos oleiros romanos mais conhecidos da cidade -GES. Tecem-se ainda considerações de ordem cronológica e tipológica relativas ao achado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##submission.downloads##

Publicado

2014-12-20

Como Citar

Bustamante-Álvarez, M., & Bejarano Osorio, A. M. (2014). EVIDENCIAS DE UN NUEVO TALLER CERÁMICO DEL ALFARERO GES EN AUGUSTA EMERITA. Conimbriga, 53, pp. 145-175. https://doi.org/10.14195/1647-8657_53_5

Edição

Secção

Artigos