A construção estereotipada do desempenho atlético dos ciclistas Nairo Quintana e Vincenzo Nibali na imprensa generalista e especializada de França, Itália e Espanha

Palavras-chave: comunicação, imprensa, esportes, ciclismo, racismo, nacionalismo

Resumo

Nairo Quintana, ciclista colombiano que tem ganho provas na Europa, foi alvo de expressões racistas e discriminatórias no pelotão durante seus primeiros anos como profissional, devido a seus rasgos indígenas, contextura física e nacionalidade. Objetivo: pretende-se determinar se assim como aconteceu no início de sua competição, existem assimetrias quantitativas e qualitativas no tratamento jornalístico que fez a imprensa geral e temática da França, Itália e Espanha sobre o triunfo de Nairo Quintana no Giro de Itália 2014, em comparação com a vitória de Vicenzo Nibali no Giro de Itália 2013, em função
da raça e nacionalidade dos protagonistas. Metodologia: emprega-se um enfoque misto, isto é, o método da análise de conteúdo (quantitativo) e a análise textual (qualitativo), aplicado a uma amostra estratificada destes jornais. Resultados e conclusões: percebem-se assimetrias quantitativas e qualitativas nas categorias de pobreza, desempenho atlético elevado e esteriótipo do latino americano e europeu na imprensa objeto de estudo, o qual leva a refletir sobre a qualidade do jornalismo esportivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-06-13