Morphological knowledge and learning new words

  • Terezinha Nunes University of Oxford
  • Peter Bryant University of Oxford
  • Deborah Evans University of Oxford

Resumo

Partindo do princípio que o vocabulário das crianças é fundamental para a comunicação e a compreensão de textos escritos e para o sucesso escolar como um todo, este trabalho visa estudar um dos factores cognitivos que podem influenciar a aprendizagem de vocabulário pelas crianças – concretamente, a consciência morfológica. Os autores crêem que este conhecimento pode ser crucial para o desenvolvimento de métodos de promoção do desenvolvimento do vocabulário das crianças. O estudo que aqui se reporta demonstra que a consciência morfológica contribui para a capacidade de memorização de histórias e estímulos escritos, muito para além do papel que pode atribuir-se, nessa capacidade, às competências fonológicas dos indivíduos. A investigação conclui pela mais valia do desenvolvimento de competências morfológicas das crianças, mais ainda que as análogas competências em ortografia, como forma de promoção do alargamento do seu vocabulário.
  • Resumo visualizado = 10 vezes
  • PDF visualizado = 302 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-01-01
Como Citar
NUNES, Terezinha; BRYANT, Peter; EVANS, Deborah. Morphological knowledge and learning new words. Psychologica, [S.l.], p. p. 67-74, jan. 2010. ISSN 1647-8606. Disponível em: <https://impactum-journals.uc.pt/psychologica/article/view/1142>. Acesso em: 20 maio 2019.
Edição
Secção
Artigos

Palavras-chave

Conhecimento morfológico; morfemas; aprendizagem de vocabulário pelas crianças

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)