Advance care planning in participative social work practice

  • Malcolm Payne Opole University

Resumo

O planeamento antecipado de cuidados (acp) comporta processos que permitem descobrir e registar as preferências pessoais relativas a cuidados e tratamentos em situações futuras bem como diferenciar esta planificação da planificação profissional de cuidados a dirigir a um dado indivíduo. Desenvolvido a partir da aplicação de cuidados paliativos sustentados pela gravação das decisões dos doentes referentes à recusa antecipada de tratamento, prevenindo situações de incapacidade cognitiva no final da vida, os processos de acp alargaram-se, recentemente, aos cuidados de saúde e cuidados de protecção social prolongados. Este processo tem como objectivo envolver clientes, famílias e outros cuidadores informais no sentido de se prepararem para pensar antecipadamente acerca das exigências de situações de necessidade de cuidados difíceis. A investigação demonstra que esse processo aumenta a satisfação dos clientes com os serviços e amplia a probabilidade de se verem alcançadas as escolhas de clientes e famílias. O acp é um avanço importante na teorização do serviço social relativamente às questões específicas da prestação de serviços de longa duração, quando o papel destes serviços se perspectivava apenas focalizado na gestão e coordenação dos casos. Este processo, fortalece, também, a participação dos clientes na tomada de decisão sobre os serviços sociais a adequar à sua situação.
  • Resumo visualizado = 28 vezes
  • PDF visualizado = 32 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-01-01
Como Citar
PAYNE, Malcolm. Advance care planning in participative social work practice. Psychologica, [S.l.], p. p. 105-119, jan. 2009. ISSN 1647-8606. Disponível em: <https://impactum-journals.uc.pt/psychologica/article/view/1145>. Acesso em: 22 ago. 2019.
Edição
Secção
Artigos

Palavras-chave

ACP planeamento antecipado de cuidados; termos da prestação de cuidados sociais; participação do cliente na tomada de decisão