Memórias afectivas do corpo: um estudo qualitativo acerca do papel dos pais na experiência corporal

  • Raquel Barbosa Universidade de Coimbra
  • Paula Mena Matos
  • Maria Emília Costa Universidade do Porto

Resumo

Neste estudo estamos interessados em compreender melhor os pensamentos e sentimentos subjacentes à experiência do corpo no contexto familiar. Pretende-se escutar as vozes dos adolescentes no que diz respeito à representação da relação que estabelecem com o seu corpo e com o mundo, escutar e compreender, através de entrevistas semi-estruturadas, as narrativas pessoais dos participantes relativamente à construção da sua experiência corporal. A entrevista focaliza-se, essencialmente, na construção de significados acerca do corpo ao longo do desenvolvimento (a vivência do corpo relacional e emocional desde a infância até ao momento da entrevista), tendo em conta a qualidade das relações estabelecidas com os pais. Devido à ausência de estudos neste domínio, este trabalho pretende ser um eventual contributo para a compreensão do corpo enquanto experiência relacional e ajudar a compreender como é que os adolescentes e jovens falam do seu corpo.
  • Resumo visualizado = 42 vezes
  • PDF visualizado = 22 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-01-01
Como Citar
BARBOSA, Raquel; MATOS, Paula Mena; COSTA, Maria Emília. Memórias afectivas do corpo: um estudo qualitativo acerca do papel dos pais na experiência corporal. Psychologica, [S.l.], n. 50, p. p. 57-83, jan. 2009. ISSN 1647-8606. Disponível em: <https://impactum-journals.uc.pt/psychologica/article/view/970>. Acesso em: 22 ago. 2019.
Secção
Artigos

Palavras-chave

Vivência corporal; Relação parental; Narrativas pessoais; Adolescência