O registo no sistema e posterior acesso ou autenticação são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

Condições para Submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original, inédita e não se encontra sob revisão ou para publicação por outra revista. Caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao Editor".
  • Os ficheiros para submissão encontram-se em formato Microsoft Word ou RTF (desde que não ultrapassem 2MB)
  • URLs para as referências foram fornecidas quando disponíveis.
  • O texto está em espaço duplo; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (excepto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Instruções para Autores, na secção Sobre a Revista.
  • Em caso de submissão a uma secção com revisão por pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a Revisão Cega por Pares foram seguidas.

Instruções para Autores

 

 NORMAS DE REDAÇÃO

FORMATAÇÃO

  • Aplicação: Microsoft Office Word
  • Tipo de letra: Times New Roman; tamanho 12 pt.
  • Espaçamento entrelinhas 1,5
  • Alinhamento: justificado
  • Parágrafos: indentados 1 cm
  • Numeração das páginas: Sequencial
  • Notas de rodapé: numeração automática, alinhamento justificado, tamanho 10 pt, espaçamento simples.

 DIMENSÃO

  • Os artigos não devem exceder 40 000 caracteres (com espaços), incluindo notas de rodapé e referências bibliográficas.
  • As recensões não devem exceder 8 000 caracteres (com espaços).

 LÍNGUA

  • Aceitam-se artigos em Português, Espanhol, Francês ou Inglês.
  • Os artigos em língua portuguesa devem seguir a norma ortográfica em vigor nas suas variantes geopolíticas.
  • As citações cuja ortografia seja anterior à norma vigente, devem ser atualizadas, exceto em casos em que essa ortografia seja relevante para o conteúdo tratado.
  • Os topónimos e antropónimos devem ser grafados em vernáculo. Quando não existir, usa-se a grafia original. Exemplo: preferir Nova Iorque a New York. Manter Washington.

PARATEXTO

VERBAL

  • Os títulos devem ser grafados a negrito, só com a letra inicial em maiúscula;
  • Subtítulos opcionais
  • Entretítulos Sempre que existam não devem ser numerados.
  • Resumo (até 1000 caracteres) e palavras-chave (até 6) obrigatórios em Português e Inglês.
  • Nota biográfica do autor
  • Identificação: nome completo; filiação Institucional; contacto de email; Orcid.
  • Referências bibliográficas no final do artigo;
  • Nas recensões, o título é substituído pela identificação da obra recenseada: autor, data de edição, título, local de edição e editora e número de páginas.
  • A citação de outras obras para além da recenseada será feita somente no texto.

 

ILUSTRAÇÕES

  • Fotografias, desenhos, quadros, gráficos, mapas, devem ser incluídos no documento do artigo, fixados na localização pretendida, e devem ter um tamanho mínimo de 600px X 600pxs e 300 dpi’s
  • No caso de os autores incluírem qualquer material que envolva a autorização de terceiros, é da responsabilidade destes obterem a autorização escrita e assumir os seus eventuais encargos.
  • Os créditos devem ser fornecidos para cada uma das ilustrações do seguinte modo: autor, data, copyright.

 

 NORMAS DE CITAÇÃO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

  • O modelo de citação adotado pela revista Mediapolis segue o ´Publication manual of the American Psychological Association (6ª edição)´, proposto pela American Psychological Association (APA)
  • As citações diretas fazem-se dentro de aspas curvas duplas (“ “)
  • As citações com mais de 3 linhas são indentadas a 2 cm, isto é, são tabuladas, com letra de tamanho 10, em itálico e sem aspas.

 

 

  • No texto, as referências bibliográficas surgem de acordo com o modelo da APA. Exemplo: (Camponez, 2014), (Peixinho & Araújo, 2017).
  • Quando a obra tem mais de dois autores usa-se ou (Simões et al., 2017).
  • Quando se refere uma citação direta, é indicada a página onde surge o trecho citado. Como exemplo: (Simões, 2017, p. 16).
  • Não se aceitam as expressões Idem, Ibidem.
  • As citações em segunda mão devem ser evitadas. Contudo, sempre que existam devem ser referenciadas da seguinte forma (citado em Silva, 2005).
  • A revista Mediapolis não recusa tipos específicos de fontes bibliográficas. No entanto, as referências bibliográficas no final do texto devem seguir a normas propostas pela APA.

 

Exemplos de referências:

Livro: Peixinho, A. T., & Araújo, B. (2017). Narrativa e media: Géneros, figuras e contextos. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra.

 

Capítulo de livro: Simões, R. J. B. (2017). Do escrutínio dos media aos media sob escrutínio: Estereótipos de género no espaço público mediatizado.  In R. J. B. Simões, C. Serrano, S. Neto & J. Miranda (Eds.), Pessoas e ideias em trânsito: Percursos e imaginários (pp. 13-36). Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra.

 

Artigo científico: Camponez, C. (2014). Entre verdade e respeito: Por uma ética do cuidado no jornalismo. Comunicação e Sociedade, 25, 110-123. DOI: 10.17231/comsoc.25(2014).1863

 

Sempre que a fonte consultada esteja publicada online, deve indicar-se, no final da referência a localização da fonte e data da consulta. Como exemplo: Araújo B. (2013). Diploma de jornalismo e exercício da profissão no Brasil: Fragilidades de um tema controverso. Covilhã: UBI. Retirado de http://www.bocc.ubi.pt/pag/araujo-bruno-2013-diploma-jornalismo.pdf, em outubro de 2017

 

Questões mais específicas, omissas nas presentes normas, devem seguir as orientações dispostas no ´Publication manual of the American Psychological Association (6ª edição) (http://www.apastyle.org/manual/index.aspx)

 

 

ESTILO

 

  • Títulos de livros e de outras publicações devem ser grafados em itálico;
  • Títulos de artigos e capítulos devem vir entre aspas (“ “).
  • Estrangeirismos e neologismos surgem em itálico.
  • Expressões numéricas que se incluam entre os números 0 e 9, ou que iniciem uma frase, surgem por extenso. Para expressões numéricas acima do número 10, que não iniciem uma frase, utiliza-se o numeral. Esta regra não se aplica a tabelas e gráficos, onde se emprega incondicionalmente o numeral.
  • Funções matemáticas, estatísticas ou percentagens surgem de acordo com a expressão verbal (exemplo: 12 por cento), exceto quando incluídas em gráficos ou tabelas.
  • O emprego de siglas é sempre descodificado numa primeira menção, sendo utilizada apenas a sigla a partir de então. Como exemplo: AACS (Alta Autoridade para a Comunicação Social) [...] AACS. As siglas e acrónimos são grafados sem pontos e não têm plural. Como exemplo: os Conselhos de Redação são os CR.

 PUBLICAÇÃO

 Submissão:

  • Os trabalhos (artigos/recensões) devem ser submetidos online utilizando, para o efeito, o OJS.

 Arbitragem:

  • Os trabalhos serão submetidos a arbitragem científica, segundo o processo de revisão anónima por dois pares. Os árbitros serão nomeados pelo Coordenador Científico de cada número da Mediapolis – Revista de Comunicação, Jornalismo e Espaço Público. Os autores dos artigos serão convidados a preparar os seus trabalhos para a revisão científica anónima. Em particular, quaisquer referências, ao longo do texto, ao seu nome e às suas publicações deverão ser cuidadosamente retiradas, tal como a identidade do autor nas “Propriedades” do documento Word.
  • Após a revisão, os autores serão notificados do parecer dos árbitros e ser-lhes-ão enviadas as “Fichas de Avaliação” respeitantes ao seu trabalho. Se o parecer for positivo à publicação, os autores serão convidados pelo Coordenador Científico a considerar as sugestões dos árbitros.
  • Os trabalhos serão revistos por dois árbitros. Se os seus pareceres não forem unânimes, o desempate será feito pelo Coordenador Científico ou, se necessário, será solicitada a revisão a um terceiro árbitro.
  • A Coordenação Editorial da Mediapolis – Revista de Comunicação, Jornalismo e Espaço Público reserva-se o direito de proceder à uniformização das referências bibliográficas, bibliografia e a alterações formais, consideradas indispensáveis, sempre que estas não alterem o sentido do texto.
  • Direitos
  • A Direção da Mediapolis – Revista de Comunicação, Jornalismo e Espaço Público reserva-se o direito de proceder à: reprodução, qualquer que seja o suporte; colocação à disposição do público universitário ou outros; divulgação, nas suas várias modalidades: redes digitais, sites, entre outros.
  • Após a publicação, cada autor receberá 1 exemplar da revista e o respetivo artigo paginado em formato PDF.

 Critérios de Avaliação dos Artigos

  • ASPETOS FORMAIS:
    • Conformidade com Normas Editorias
    • Clareza e coerência do título e do resumo
    • Qualidade de redação
    • Estrutura
  • ASPETOS DE CONTEÚDO:
    • Relevância do tema proposto
    • Adequação ao tema da revista
    • Originalidade da abordagem
    • Rigor na apresentação e desenvolvimento do conteúdo
    • Relevância e atualidade da bibliografia
    • Rigor metodológico

 

  • DECISÃO DA ARBITRAGEM:
    • Publicável sem alterações.
    • Publicável, após corrigidas falhas
    • Reformulação profunda e deverá ser submetido a nova revisão científica
    • Não é publicável