The development of a touristic route in the eastern coast of the state of Ceará (Brazil) anchored in cultural landscapes

  • conceicao Malveira Diógenes Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Ceará
Keywords: Tourist route, Cultural landscape, Territory

Abstract

Este estudo se propõe a analisar a viabilidade para a implantação de uma rota turística ancorada em paisagens culturais do Ceará, nordeste brasileiro. Os dois municípios estudados, Aquiraz e Aracati, estão localizados na costa leste de Fortaleza, capital do estado e principal portão de entrada para os turistas. Os destinos consolidaram-se no segmento de lazer, não trabalham o turismo cultural como um produto principal e/ ou como produto complementar a oferta existente. Identifica-se como ter cultura, dominar conhecimentos e habilidades que permitem que pessoas compreendam e desfrutem de bens sofisticados, como obras de arte, literatura instruída, espetáculos teatrais e saberes e fazeres do um grupo de um determinado lugar. As viagens, voltadas para atrações culturais, são portanto oportunidades para se conhecer os celeiros culturais. O Ceará explora maioritariamente a praia como produto turístico. O património histórico material e imaterial dos municípios estudados seria, portanto, uma forma de diferenciação, dando visibilidade a expressão cultural local. Aquiraz, foi a primeira capital do estado, ocupa uma área territorial de aproximadamente 481 km2, sendo 30 quilómetros de praia as mais conhecidas são; Porto das Dunas (Beach Park) e Iguape, registra-se em seu território a existência de quilombola e de uma tribo indígena. Aracati, com casas azulejadas construídas as margens do Rio Jaguaribe, desenvolveu-se sobre a influência da Igreja Católica, com vocação comercial e exportadora e sob a égide do poder econômico dos coronéis de gado, sendo uma das mais importantes aglomerações urbanas do estado nos séculos XVIII e XIX, a praia mais conhecida é Canoa Quebrada. A integração dos dois destinos, pensados de forma integrada e colaborativa, possibilitaria o desenvolvimento de novas práticas turísticas, atribuindo novos significados e usos aos espaços e ao patrimônio histórico.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2018-07-26