A casa da Rua da Princesa em Tróia (Setúbal)

Autores

  • Jorge de Alarcão Universidade de Coimbra, Centro de Estudos em Arqueologia, Faculdade de Letras
  • José Luis Madeira Universidade de Coimbra, Instituto de Arqueologia, Faculdade de Letras https://orcid.org/0000-0001-6591-483X

DOI:

https://doi.org/10.14195/1647-8657_60_4

Palavras-chave:

Tróia (Setúbal, Portugal), arquitetura doméstica romana, domus

Resumo

Em 1850 foi escavada em Tróia (Setúbal, Portugal) uma domus que se achava em excelente estado de conservação, pois ainda se mantinham as paredes do piso superior, com suas pinturas murais.
Por incúria dos escavadores, as paredes foram ruindo à medida que iam sendo escavadas. A derrocada prosseguiu ao longo do séc. XIX.

Recorrendo ao sumário relatório das escavações de 1850, a fotografias antigas, ao que vários autores escreveram sobre a casa e ao que hoje dela resta, tentamos uma reconstituição do que seria a domus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##submission.downloads##

Publicado

2021-12-28

Como Citar

Alarcão, J. de ., & Madeira, J. L. (2021). A casa da Rua da Princesa em Tróia (Setúbal). Conimbriga, 60, 143-180. https://doi.org/10.14195/1647-8657_60_4

Edição

Secção

Artigos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)