A construção discursiva do Zeitgeist contemporâneo no jornalismo de moda: uma análise de capas da revista Elle Brasil

Palavras-chave: discurso, jornalismo de moda, Elle Brasil, Análise Crítica do Discurso, Zeitgeist

Resumo

Este artigo tem por objetivo principal analisar a construção discursiva do espírito do tempo nas capas da revista de moda Elle Brasil. Para isso, apresentaremos o conceito hegeliano de Zeitgeist, contextualizamos o espírito do tempo contemporâneo, a partir da visão da pós-modernidade de Bauman (2006) e Hall (2003) e também as características do jornalismo de revista e do jornalismo de moda. O trabalho pretendeu analisar, principalmente, a construção discursiva que expressa, por meio de diferentes elementos verbais e imagéticos - incluindo o vestuário - uma série de valores constitutivos de um espírito do tempo que a revista constrói e compartilha com o seu público. Após a articulação dos dados da análise, podemos concluir que a revista Elle Brasil atuou como uma “voz de resistência” cujo discurso vai na contramão da natureza tirânica da moda e contra um conservadorismo que insiste na não representação de minorias.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-06-04

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)