O filme ‘A bela do palco’ (Stage Beauty) – uma abordagem revisionista

Resumo

Este artigo tem como objetivo discutir as questões de identidade e papéis de gênero observadas no filme A Bela do Palco (Stage Beauty, 2004) a partir da perspectiva teórica queer. Propomos essa discussão focalizando nas experiências dos personagens principais do filme, Ned Kynaston, ator especializado em interpretar papéis femininos, e Maria, sua camareira e aspirante à atriz, considerando a relação desses dois personagens com a alteração na lei relativa à interpretação de papéis femininos no teatro inglês do século xvii. Para tanto, na primeira parte do artigo, apresentamos conceitos básicos de uma perspectiva teórica queer, para então aplicá‑los a algumas cenas do filme e a uma discussão mais ampla da problemática presente em A Bela do Palco.

Palavras-chave

identidade de gênero, papéis de gênero, heteronormatividade, binaridade dos gêneros, teoria queer

  • Resumo visualizado = 52 vezes
  • PDF visualizado = 10 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-28
Como Citar
LANZ, Helza Ricarte; NAPOLES, Juliane Noack. O filme ‘A bela do palco’ (Stage Beauty) – uma abordagem revisionista. Mediapolis – Revista de Comunicação, Jornalismo e Espaço Público, [S.l.], n. 7, p. 79-91, dez. 2018. ISSN 2183-6019. Disponível em: <https://impactum-journals.uc.pt/mediapolis/article/view/6109>. Acesso em: 18 ago. 2019.