O efeito das caraterísticas do trabalho na satisfação laboral intrínseca e extrínseca: o papel moderador do capital psicológico

Palavras-chave: características do trabalho; capital psicológico; satisfação laboral

Resumo

Este artigo analisa os efeitos diferenciais da autonomia, variedade de habilidades, significado do trabalho, feedback do trabalho e processamento de informação sobre a satisfação laboral intrínseca e extrínseca; assim como o papel moderador do capital psicológico (PsyCap) nessas relações. A influência das características do trabalho na satisfação laboral está bem estabelecida na literatura, mas a distinção entre a satisfação intrínseca e a satisfação extrínseca raramente foi considerada. Além disso, os seus efeitos também dependem das características dos trabalhadores, como o seu PsyCap. Este remete para um conjunto de recursos (autoeficácia, otimismo, esperança e resiliência) que pode potenciar os efeitos positivos das características do trabalho e oferecer proteção face aos negativos. Por recurso a regressões hierárquicas foram analisados dados de 1647 trabalhadores em organizações espanholas. Os resultados mostraram relações positivas entre autonomia e feedback no trabalho e ambas as dimensões da satisfação, enquanto o significado e o processamento de informação foram negativamente relacionados com a satisfação extrínseca. Embora o PsyCap aumente o efeito positivo do processamento de informação e da autonomia na satisfação intrínseca e enfraqueça o efeito negativo do processamento de informação na satisfação extrínseca, também aumenta o efeito negativo do significado na satisfação extrínseca. Portanto, o enriquecimento do trabalho tende a ser benéfico para a satisfação intrínseca, especialmente para pessoas com alto nível de PsyCap, mas negativo considerando a satisfação extrínseca.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-07-31
Como Citar
García, D., Molina, I., & Marco, J. (2019). O efeito das caraterísticas do trabalho na satisfação laboral intrínseca e extrínseca: o papel moderador do capital psicológico. Psychologica, 62(1), 39-56. Obtido de https://impactum-journals.uc.pt/psychologica/article/view/7005
Secção
Artigos