Relembrar o grande incêndio de Lisboa 30 anos depois

Palavras-chave: Proteção civil, incêndio, Chiado, riscos.

Resumo

Embora tenham passado 3 décadas desde o incêndio do Chiado, permanece na memória o trágico dia 25 de agosto de 1988. O incêndio do Chiado veio dar importância a uma lacuna existente nas medidas de proteção contra incêndios em edifícios, sendo um marco importante do ponto de vista técnico, com impacto sociocultural e com implicações futuras. A investigação histórica realizada, demonstrou que esta tragédia pôs a descoberto falhas e necessidades urgentes de legislar a segurança nos edifícios. O incêndio despertou nas autoridades a necessidade de implementar medidas para prevenir novos incêndios com esta magnitude. O Chiado obrigou a uma profunda reflexão crítica sobre a insuficiente legislação, implementação, fiscalização, assim como, a formação e tipo de equipamento utilizado pelos meios de combate.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Almeida, J.E.S.C. (2008). Organização e Gestão de Segurança em Incêndios Urbanos. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Segurança contra Incêndios Urbanos apresentado ao Departamento de Engenharia Civil, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.

Almeida, A.S.G. (2013). Análise do risco de incêndio no centro histórico de Viseu. O caso do quarteirão da rua Escura. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Engenharia de Construção e Reabilitação apresentado ao Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu

Baptista, L.V. (2004). Requalificação Urbana: O Papel dos grandes projectos: o caso de Lisboa. GeoInova, Revista do Departamento de Geografia e Planeamento Regional, (10), 191.

Barra, M.P., e Rodrigues, J.P.C. (2012). A Problemática do Risco e Propagação de Incêndio nos Centros Urbanos Antigos. 4º Encontro Nacional de Riscos, Segurança e Fiabilidade. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/261536800_A_PROBLEMATICA_DO_RISCO_E_PROPAGACAO_DE_INCENDIO_NOS_CENTROS_URBANOS_ANTIGOS

Branco, C., e Oliveira, S. A. (2018). “Tinha tanto de bonito como de horror”. O incêndio do Chiado visto por uma bombeira que o combateu. Observador. Disponível em: https://observador.pt/especiais/tinha-tanto-de-bonito-como-de-horror-o-incendio-do-chiado-visto-por-uma-bombeira-que-o-combateu/

Belgas, L., Valentim, T., Vicente, R., e Ferreira, T. (2016). Avaliação do risco de incêndio no Núcleo Urbano de Aljustrel. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/304804232_Avaliacao_do_risco_de_incendio_no_Nucleo_Urbano_de_Aljustrel

Breda, I. L. R. (2010). Proposta de uma ferramenta de organização e gestão para o combate ao incêndio urbano. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Civil, Especialização em Construções Civis apresentado à Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

Câmara Municipal de Lisboa (2018a). 1988 – Incêndio do Chiado. Disponível em: http://www.cm-lisboa.pt/municipio/historia/historial-das-catastrofes-de-lisboa/1988-incendio-do-chiado

Câmara Municipal de Lisboa (2018b). Escola RSB Lisboa. Disponível em: http://www.cm-lisboa.pt/viver/seguranca/regimento-de-sapadores-bombeiros/formacao

Câmara Municipal de Lisboa (2018c). Lisboa o desenho da rua, manual do espaço publico. Disponível em: http://www.cm-lisboa.pt/viver/urbanismo/espaco-publico

Campos, A. T. (2012). Enquadramento da Legislação de Segurança Contra Incêndios em Edifícios existentes no Porto. Estuo de caso. Propostas alternativas para adaptação às exigências regulamentares. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Civil – Especialização em construções apresentado à Faculdade de Engenharia, Universidade do Porto.

Canseiro, V. (2018). Entrevistado por Rádio e Televisão de Portugal Notícias [Gravação de fita]. Rádio e Televisão de Portugal, Lisboa. Disponível em:

https://www.rtp.pt/noticias/pais/incendio-no-chiado-morreram-duas-pessoas-no-dia-em-que-ardeu-o-coracao-de-lisboa_v1095133

Caramujo, M. C. P. (2012). Gestão da Segurança contra Incêndio em Cidades Sustentáveis. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Construção e Reabilitação apresentado ao Instituto Superior Técnico, Universidade Técnica de Lisboa.

Coelho, A., Rodrigues, J., Charreau, G., Fernandes, A. (2006). A segurança ao incêndio em centros urbanos antigos - metodologias de análise. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Joao_Paulo_Rodrigues3/publication/261529035_A_SEGURANCA_AO_INCENDIO_EM_CENTROS_URBANOS_ANTIGOS/links/0deec53480a0a4b744000000/A-SEGURANCA-AO-INCENDIO-EM-CENTROS-URBANOS-ANTIGOS.pdf

Coelho, P. M. (2018). Incêndio do Chiado: As fotografias do antes e depois. Disponível em: https://espalhafactos.com/2018/08/24/chiado-as-fotografias-do-antes-e-depois-dos-incendios/

Coutinho, B. M. N. (2017). Avaliação do risco de incêndio dos edifícios do centro histórico do Porto com o Método CHICHORRO – Zona das Taipas e São Francisco. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Civil – Especialização em construções apresentado à Faculdade de Engenharia, Universidade do Porto.

Curto, F. citado in TSF. (2018). “Não voltaremos a ter em Lisboa um incêndio igual ao do Chiado”. TSF. Disponível em: https://www.tsf.pt/sociedade/interior/nao-voltaremos-a-ter-em-lisboa-um-incendio-igual-ao-do-chiado-9759515.html

Delaney, P. (1988). Lisbon Journal; A City’s Heart in Ruins: Now to Put It Together. The New York Times. Disponível em: http://www.nytimes.com/1988/09/19/world/lisbon-journal-a-city-s-heart-in-ruins-now-to-put-it-together.html

DIÁRIO DE NOTÍCIAS (2018). 25 de agosto de 1988. O dia em que ficaram só as paredes do velho Chiado. Diário de Notícias. Disponível em: https://www.dn.pt/edicao-do-dia/25-ago-2018/interior/25-de-agosto-de-1988-o-dia-em-que-ficaram-so-as-paredes-do-velho-chiado--9759909.html

Domingues, D.J. J., e Quinta-Nova, L. C. (2015). O contributo do planeamento urbano na prevenção de incêndios na zona histórica de Oleiros e área rural envolvente. Agroforum, (34), 81-91.

Fernandes, R. C. (2009). Regulação na Proteção e Socorro: Segurança contra Incêndios em Edifícios. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Administração e Políticas Publicas apresentado ao Dep. de Sociologia, Instituto Universitário de Lisboa.

[Fotografias de João R. de Almeida]. (ca. 1988). Incêndio no Chiado aconteceu há 30 anos. Manuscritos e arquivos, Rádio e Televisão de Portugal.

Gravato, H., citada in Branco, C., e Oliveira, S.A. (2018). “Tinha tanto de bonito como de horror”. O incêndio do Chiado visto por uma bombeira que o combateu. Observador. Disponível em: https://observador.pt/especiais/tinha-tanto-de-bonito-como-de-horror-o-incendio-do-chiado-visto-por-uma-bombeira-que-o-combateu/

Guennes, D. (1998). O Chiado 10 anos depois do fogo. Jornal do Commercio. Disponível em: http://www2.uol.com.br/JC/_1998/2508/in2508b.htm

Guimarães, P. P., e Matos, F. (2010). As potencialidades e vulnerabilidades da Baixa-Chiado e de Telheiras lidas pelas lentes da resiliência comercial urbana. Atas do XII Colóquio Ibérico de Geografia, 6.

Lopes, A. S. (2018). Incêndio do Chiado foi há 30 anos. Da catástrofe à redenção inesperada. Publico. Disponível em: https://www.publico.pt/2018/08/25/local/noticia/incendio-do-chiado-a-catastrofe-e-a-redencao-1841993

LUSA (2013). O incêndio do Chiado hora a hora. TSF Rádio Notícias. Disponível em: http://www.tsf.pt/vida/interior/o-incendio-do-chiado-hora-a-hora-3386539.html

LUSA (2018). Chiado acordou há 30 anos com um incêndio que mudou a capital. Sábado. Disponível em: https://www.sabado.pt/portugal/detalhe/chiado-acordou-ha-30-anos-com-um-incendio-que-mudou-a-capital

LUSA (2018). Incêndio no Chiado foi há 30 anos. Sociedade Independente de Comunicação Noticias. Disponível em: https://sicnoticias.sapo.pt/pais/2018-08-25-Incendio-no-Chiado-foi-ha-30-anos

Machado, C. D. (2013). Lisboa assinala hoje os 25 anos do incêndio que destruiu o chiado. Publico. Disponível em: https://www.publico.pt/2013/08/25/jornal/lisboa-assinala-hoje-os-25-anos-do-incendio-que-destruiu-o-chiado-26994191

Marques, A. citada in Padrão, I. (2013). Incêndio do Chiado mudou forma de combate aos fogos. Diário de Notícias. Disponível em: https://www.dn.pt/portugal/sul/interior/incendio-do-chiado-mudou-forma-de-combate-aos-fogos-3320116.html

Martins, A., e Piteira, S. (2018). Um fogo no coração de Lisboa. O incêndio do Chiado foi há 30 anos. Rádio e Televisão de Portugal Notícias. Disponível em: https://www.rtp.pt/noticias/pais/um-fogo-no-coracao-de-lisboa-o-incendio-do-chiado-foi-ha-30-anos_es1094952

Matias, C. citada in Padrão, I. (2013). Incêndio do Chiado mudou forma de combate aos fogos. Diário de Notícias. Disponível em: https://www.dn.pt/portugal/sul/interior/incendio-do-chiado-mudou-forma-de-combate-aos-fogos-3320116.html

Miranda, M. G. (2018). As fotos, as histórias e as capas dos jornais do incêndio do chiado. Disponível em: https://magg.pt/2018/08/25/as-fotos-as-historias-e-as-capas-dos-jornais-sobre-o-incendio-do-chiado/

Muculo, C. P. (2013). Avaliação de risco de incêndio pelo método ARICA a edifícios no Porto. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Engenharia de Segurança e Higiene Ocupacionais apresentado à Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

Neves, I. C., Valente, J.C., e Ventura, J. M. P., citada in Caramujo, M. (2012). Gestão da segurança contra incêndio em cidades sustentáveis dois casos de estudo. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Construção e Reabilitação apresentado ao Instituto Superior Técnico, Universidade Técnica de Lisboa.

O CORVO (2013). O Chiado ardeu á 25 anos e renasceu das cinzas. Disponível em: http://ocorvo.pt/2013/08/23/o-chiado-ardeu-ha-25-anos-e-renasceu-das-cinzas/

Ono, R. (2004). Proteção do Patrimônio histórico-cultural contra incêndio em edificações de interesse de preservação. Palestra apresentada na Fundação Casa de Rui Barbosa, dentro do Ciclo de Palestras “memória & Informação”. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/228453347_Protecao_do_Patrimonio_historico-cultural_contra_incendio_em_edificacoes_de_interesse_de_preservacao

Padrão, I. (2013a). Chiado mais desenvolvido e atrativo depois do incêndio de 1988. Diário de Notícias. Disponível em: http://www.dn.pt/portugal/sul/interior/chiado-mais-desenvolvido-e-atrativo-depois-de-incendio-de-1988-3320471.html

Padrão, I. (2013b). Incêndio do Chiado mudou forma de combate aos fogos. Diário de Notícias. Disponível em:

https://www.dn.pt/portugal/sul/interior/incendio-do-chiado-mudou-forma-de-combate-aos-fogos-3320116.html

Padrão, I. (2013c). Incêndio do Chiado mudou forma de combate aos fogos. Diário de Notícias. Disponível em:

https://www.dn.pt/portugal/sul/interior/incendio-do-chiado-mudou-forma-de-combate-aos-fogos-3320116.html

Pais, P. A. C., e Santos, C. C. (2015). Avaliação de risco de incêndio em centros históricos – O caso de Castelo Branco. Agroforum: revista da Escola Superior Agrária de Castelo Branco, 23(34), 39-50.

Patrício, P. citada in Lusa. (2018). Câmara de Lisboa destaca “determinação” para que incêndio do Chiado não se repita. Diário de Notícias. Disponível em: https://www.dn.pt/lusa/interior/camara-de-lisboa-destaca-determinacao-para-que-incendio-do-chiado-nao-se-repita-9804384.html

Pereira, M. F. F. S. (2011). Aumento da atratividade e reforço da centralidade da Baixa Pombalina e Bairros Históricos. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Arquitetura apresentado à Faculdade de Arquitetura, Universidade Técnica de Lisboa.

Pincha, J. P. (2015). A joia que o incêndio do Chiado tirou e nunca devolveu. Disponível em: https://observador.pt/especiais/joia-incendio-do-chiado-tirou-nunca-devolveu/

Procoro, A. (2006). 74–Sustentabilidade ameaçada: a importância da segurança contra incêndios e suas implicações para a sustentabilidade de áreas urbanas antigas. O caso do bairro. Disponível em: https://www.usp.br/nutau/CD/74.pdf

RÁDIO E TELEVISÃO DE PORTUGAL NOTÍCIAS (Produtor). (1998). Incêndio no Chiado em 1988 @ RTP – Parte 2 [Áudio podcast]. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=m9GTbhFhU-Y

RÁDIO E TELEVISÃO DE PORTUGAL NOTÍCIAS (Produtor). (2008). Memórias do incêndio do Chiado [Áudio podcast]. Disponível em: http://ensina.rtp.pt/artigo/memorias-do-incendio-do-chiado/

RÁDIO E TELEVISÃO DE PORTUGAL NOTÍCIAS (Produtor). (2018a). Incêndio no Chiado. Morreram duas pessoas no dia em que ardeu o coração de Lisboa [Áudio podcast]. Disponível em: https://www.rtp.pt/noticias/pais/incendio-no-chiado-morreram-duas-pessoas-no-dia-em-que-ardeu-o-coracao-de-lisboa_v1095133

RÁDIO E TELEVISÃO DE PORTUGAL NOTÍCIAS (Produtor). (2018b). Siza Vieira foi responsável pela reabilitação do Chiado [Áudio podcast]. Disponível em: https://www.rtp.pt/noticias/pais/siza-vieira-foi-responsavel-pela-reabilitacao-do-chiado_v1095230

Revelar Lx. (2005a). O Incêndio no Tempo. Disponível em: http://revelarlx.cm-lisboa.pt/gca/?id=1219

Revelar Lx. (2005b). Armazéns Grandella. Disponível em: http://revelarlx.cm-lisboa.pt/gca/?id=1220

Risso, A. (2017). Incêndio do Chiado – Os Armazéns Grandella. Disponível em: http://www.ideiaseopinioes.com/incendio-do-chiado-armazens-grandella/

Rodrigues, L. M. P. (2009). Segurança contra incêndio em edifícios no Centro Histórico do Porto. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Construção de Edifícios apresentado à Fac. de Engenharia da Univ. do Porto.

Rodrigues, A. S .F. (2010). Risco de incêndio em centros históricos: índice de risco. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Civil apresentado a Universidade de Aveiro.

Salgueiro, T. B. (1994). O comércio e a cidade: Lisboa e Porto. Finisterra, 29(57).

Santana, M. L., Rodrigues, J., e Coelho, A. (2008). A segurança contra incêndios nos centros históricos de Portugal e Brasil – semelhanças e dificuldades. Disponível em: http://www.researchgate.net/profile/Joao_Paulo_Rodrigues3/publication/261436852_A_Segurana_contra_Incndios_nos_Centros_Histricos_de_Portugal_e_Brasil__Semelhanas_e_Dificuldades/links/00b7d5344186e6e624000000.pdf

Santana, M. L. Citado em Rodrigues, A. S. F. (2010). Risco de incêndio em centros históricos: índice de risco. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Civil apresentado a Universidade de Aveiro.

Santos, M., Vicente, R., Ferreira, T., Varum, H., Costa, A., e Silva, J. A. R. (2011). Avaliação do risco de incêndio em núcleos urbanos antigos. 2ª Jornadas de segurança aos incêndios urbanos. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/236132769_Avaliacao_do_Risco_de_Incendio_em_Nucleos_Urbanos_Antigos

Sapo24 (2018). O fogo pode ter doído, mas trinta anos depois, o Chiado ainda parece o Chiado. Disponível em: https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/o-fogo-pode-ter-doido-mas-trinta-anos-depois-o-chiado-ainda-parece-o-chiado

Segurança Online (2013). Reabilitação contra incêndios continua a ser “necessária”. Disponível em:

http://www.segurancaonline.com/noticias/detalhes.php?id=1504

Serpa, F. B. (2012). A segurança contra incêndio como abordagem de conservação do patrimônio histórico edificado: a aplicação do sistema de projeto baseado em desempenho em edifícios históricos em Florianópolis, SC. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Arquitetura e Urbanismo apresentado à Universidade Federal de Santa Catarina.

Silva, H., Melgão, M., Conceição, R., Tlemçani, M., Reis, A., e Harrison, R. (2014). Impact of the historical Chiado fire (lisbon city centre) in the local atmospheric electric field. Disponível em:

http://www.lae.cge.uevora.pt/wp-content/uploads/2014/06/Impact-of-the-historical-Chiado-fire-Lisbon-city-centre-in-the-local-atmospheric-electric-field.pdf

Silva, M. J. (2014). Segurança Contra Incêndios na Reabilitação Sustentável de Edifícios Antigos. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Construção e Reabilitação Sustentáveis apresentado à Escola de Engenharia, Universidade do Minho.

Siza Vieira, A. (2018). Entrevistado por Rádio e Televisão de Portugal [Gravação de fita]. Rádio e Televisão de Portugal, Lisboa. Disponível em: https://www.rtp.pt/noticias/pais/siza-vieira-foi-responsavel-pela-reabilitacao-do-chiado_v1095230

SOCIEDADE INDEPENDENTE DE COMUNICAÇÃO NOTÍCIAS (Produtor). (2018). Recordar o incêndio no Chiado, 30 anos depois [Áudio podcast]. Disponível em: https://sicnoticias.sapo.pt/pais/2018-08-25-Recordar-o-incendio-no-Chiado-30-anos-depois

TELEVISÃO INDEPENDENTE 24 (2018). Incêndio no Chiado: o dia em que o coração de Lisboa acordou a arder. Televisão Independente 24. Disponível em: http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/fogo/incendio-no-chiado-o-dia-em-que-o-coracao-de-lisboa-acordou-a-arder

TELEVISÃO INDEPENDENTE 24 (Produtor). (2014). Incêndio do Chiado foi há 26 anos [Áudio podcast]. Disponível em: http://www.tvi24.iol.pt/videos/informacao/incendio-do-chiado-foi-ha-26-anos/53fba53324acfdbe68af8653

Valentim, T. M. A. (2014). Avaliação do risco de incêndio no núcleo urbano de Aljustrel. Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Reabilitação Urbana apresentado à Escola Superior de Tecnologia de Tomar, Instituto Politécnico de Tomar

Vieira, B. (1988). Entrevistado por Rádio e Televisão de Portugal Notícias [Gravação de fita]. Rádio e Televisão de Portugal, Lisboa. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=4neLktkxzVE

WIKIPEDIA (2018a). Incêndio no Chiado. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Inc%C3%AAndio_do_Chiado

WIKIPEDIA (2018b). Grandes Armazéns do Chiado. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Grandes_Armaz%C3%A9ns_do_Chiado

Publicado
2020-09-10