Regeneração da vegetação e risco de erosão após incêndios florestais. Estudo de casos em países mediterrâneos

  • Víctor Quintanilla P. Universidade de Coimbra
  • Luciano Lourenço Departamento de Geografía; Universidad de Coímbra. Portugal
  • Susete Henriques
Palavras-chave: Incêndios florestais, queima de vegetação, erosão, rebentação, regeneração.

Resumo

Apresentam-se alguns tipos de efeitos erosivos devidos a incêndios florestais ocorridos em áreas das regiões mediterrâneas do Chile e de Portugal. A zona mediterrânea de Chile é onde anualmente se desenvolve a maioria dos incêndios florestais de verão, numa região situada entre cerca de 32° e 36° de latitude sul. Em Portugal é a região centro, situada entre 39° e 41° de latitude norte, aquela que costuma ter a maior área anualmente queimada pelos incêndios florestais e é também a que regista os maiores incêndios.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-12-01