Escorrência e erosão a múltiplas escalas espaciais numa área florestal mista recentemente ardida no centro de Portugal

  • Isabel A. C. Fernandes Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), Departamento de Ambiente e Ordenamento, Univ. de Aveiro
  • J. P. Nunes Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), Departamento de Ambiente e Ordenamento, Univ. de Aveiro
  • Raquel S. V. Ferreira Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), Departamento de Ambiente e Ordenamento, Univ. de Aveiro
  • Luísa M. G. P. Pereira Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA), Universidade de Aveiro
  • Diana C. S. Vieira Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), Departamento de Ambiente e Ordenamento, Univ. de Aveiro
  • J. J. Keizer Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), Departamento de Ambiente e Ordenamento, Univ. de Aveiro
Palavras-chave: Fogos florestais, hidrologia, erosão do solo.

Resumo

O presente artigo apresenta resultados preliminares da monitorização de escorrência e erosão do solo após incêndio, numa micro-bacia hidrográfica no centro de Portugal. Os dados recolhidos permitem avaliar os diferentes processos que governam a resposta hidrológica e a erosão a diferentes escalas espaciais, micro parcela (< 2 m2), encostas de vários comprimentos (40 a 90 m) e micro bacia (11×104 m2).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-08-10