Erosão e paisagem em São Vicente e Santo Antão (Cabo Verde): o risco de desertificação

  • Bruno Martins Geógrafo. Universidade Portucalense, Porto
  • Fernando Rebelo Professor Catedrático. Departamento de Geografia da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
Palavras-chave: Cabo Verde, São Vicente, Santo Antão, erosão, desertificação.

Resumo

A desertificação é um processo complexo, resultante da interacção entre ambiente e acção antrópica. É de difícil definição territorial e solução. Os ecossistemas secos são particularmente vulneráveis a qualquer actuação, exigindo uma ocupação do solo bem estudada e adaptada às condições específicas do quadro geográfico presente. Em Cabo Verde, em particular nas ilhas de São Vicente e de Santo Antão, são variados os indícios de perda de capacidade produtiva dos solos. A agricultura de sequeiro e a de regadio enfrentam problemas específicos de produtividade, relativos à vulnerabilidade intrínseca das áreas onde se inserem e do sistema produtivo. Neste artigo são analisados alguns desses problemas e algumas soluções de forma a mitigar o risco de contínua perda de produtividade do solo devida à desertificação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-08-12
Secção
Artigos