As capturas de bacias hidrográficas: evidências morfotectônicas no contato da chapada com o relevo dissecado da bacia do rio Tijuco (MG)

  • Kátia Gisele de Oliveira Pereira
  • António de Sousa Pedrosa
Palavras-chave: Fluxo de água subsuperficial, descontinuidades litológicas, voçorocas, Bacia Bauru.

Resumo

A origem paleogeográfica da área de pesquisa conta com a ocorrência dos derrames vulcânicos que deram origem aos basaltos da Formação Serra Geral, rocha encontrada na base dos principais cursos d'água da região. Sobre eles ocorrem os arenitos do Grupo Bauru. Esse grupo é representado nesta área por: i) arenitos da Formação Marília; ii) a Formação Adamantina; iii) a Formação Uberaba. A área de pesquisa corresponde às bacias dos ribeirões Douradinho, Panga e Estiva, afluentes do rio Tijuco (MG), localizada no Oeste do Triângulo Mineiro no contato da chapada com o relevo dissecado do rio Tijuco (MG). Neste compartimento são encontradas intensas voçorocas alinhadas com as rupturas nas vertentes e, também, com o rebaixamento do nível de base.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-08-23