Risco de incêndio florestal em áreas de interface urbano-rural: o exemplo do Ave

  • António Vieira Núcleo de Investigação em Geografia e Planeamento (NIGP), Universidade do Minho
  • António Bento Gonçalves Núcleo de Investigação em Geografia e Planeamento (NIGP), Universidade do Minho
  • Luciano Lourenço Núcleo de Investigação Científica de Incêndios Florestais (NICIF), Universidade de Coimbra
  • Carla Oliveira Martins Núcleo de Investigação em Geografia e Planeamento (NIGP), Universidade do Minho
  • Flora Ferreira Leite Núcleo de Investigação em Geografia e Planeamento (NIGP), Universidade do Minho
Palavras-chave: Incêndios florestais, interface urbano-rural, região do Ave

Resumo

As Interfaces Urbano-Rurais apresentam características que, em Portugal, são diversas das de outros países, dificultando a sua definição e identificação, bem como a das estratégias adequadas à prevenção, protecção e combate aos incêndios florestais.

Tomando como área de estudo a região do Ave, no período de 2001 a 2007, procedemos à análise e identificação das freguesias correspondentes a áreas de Interface Urbano-Rural, utilizando a tipologia do INE.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-08-12
Secção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)