Evolução recente dos recursos hídricos superficiais em 4 cursos de água tributários do rio Douro

  • Adélia Nunes Professora Auxiliar, Instituto de Estudos Geográficos, Faculdade de Letras, Universidade de Coimbra
Palavras-chave: Recursos hídricos, variações espácio-temporais, tributários do rio Douro.

Resumo

No presente trabalho analisa-se a evolução dos recursos hídricos superficiais em quatro cursos de água, tributários do rio Douro, desde a segunda metade do século XX até aos primórdios do XXI. Os resultados obtidos mostram uma diminuição no escoamento total anual dos 4 rios, embora em nenhum dos casos esse decréscimo seja estatisticamente significativo. Essa tendência declinante é, particularmente, marcante após 1980.

Com excepção do Outono, que verifica um ligeiro incremento, todas as outras épocas do ano manifestam tendências regressivas nos escoamentos observados, mais relevantes no Inverno e na Primavera, embora no Verão, devido à acentuada estiagem manifestada por estes rios, possam ocorrer situações de elevada precariedade em termos de recursos hídricos. Esta diminuição dos recursos, sobretudo nos períodos em que se regista um máximo de procura e um mínimo em termos de disponibilidade, deverá constituir matéria de reflexão de modo a evitar situações de insuficiência de água.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2008-08-25
Secção
Artigos