A cultura do trigo e a degradação dos solos na margem esquerda do Guadiana

  • Maria José Roxo Universidade de Lisboa
Palavras-chave: Degradação do solo, erosão hídrica, trigo, desertificação, Alentejo.

Resumo

A cultura de cereais de Inverno, em particular a do trigo, foi e continua a ser uma das actividades agrícolas que mais contribuem para a degradação dos solos na margem esquerda do rio Guadiana. Desde há vários séculos que esta área tem sido utilizada para a cultura cerealífera ao longo de um processo de intensificação e incremento agrícola. O trigo é aí uma cultura degradante dos recursos naturais, pois contribui para o aumento da degradação dos solos e dos ecossistemas, assim como para o processo de desertificação. E fundamental incentivar a implementação das actuais medidas agro-ambientais com objectivos de conservação do solo, da vegetação arbustiva e da floresta de quercíneas, assim como dar maiores incentivos para novos usos agrícolas e não agrícolas que contribuam para a protecção do solo e da água como recursos naturais essenciais e para a qualidade do ambiente e da paisagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2000-09-15
Edição
Secção
Artigos