A epígrafe latina como elemento didáctico (XXXVI)

Uma singular placa funerária de Tróia (Grândola)

Palavras-chave: IRCP 223, Tróia, epigrafia funerária, decoração funerária, ofícios

Resumo

Prosseguindo a série que visa mostrar como, a partir de um monumento epigráfico, se pode aprender um Latim vivo, faz-se brevíssima síntese histórica acerca do sítio arqueológico de Tróia, donde proveio a placa funerária romana a estudar. Esse estudo permitiu avançar uma proposta de restituição do texto incompleto. Por outro lado, a singularidade da decoração deu azo a que se reflectisse sobre a possibilidade de vir a conhecer-se o seu real significado.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-13
Como Citar
D’Encarnação, J. (2019). A epígrafe latina como elemento didáctico (XXXVI). Boletim De Estudos Clássicos, (64), 85-96. https://doi.org/10.14195/2183-7260_64_5