O paradigma formativo do arquivista em Portugal

Autores

  • Maria Beatriz Marques Universidade de Coimbra

DOI:

https://doi.org/10.14195/2182-7974_29_6

Palavras-chave:

Arquivista, Ensino Universitário, Ciência da Informação

Resumo

O objetivo principal deste artigo é o de fazer uma sinopse histórica da formação de Arquivista em Portugal e das competências necessárias para o seu desempenho no século XXI, em particular o potencial do profissional de arquivos na gestão da Informação nas Organizações. Apresentam-se os resultados da avaliação efetuada pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior na área científica da Ciência da Informação. Assinala-se a importância da participação do arquivista na produção do conhecimento e no desenvolvimento socioeconómico, político, histórico e administrativo das instituições públicas e privadas. Destaca-se a formação humanística desse profissional.

 

http://dx.doi.org/10.14195/2182-7974_29_6

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia Autor

Maria Beatriz Marques, Universidade de Coimbra

Departamento de Filosofia, Comunicação e Informação

Faculdade de Letras

UNIVERSIDADE DE COIMBRA

##submission.downloads##

Publicado

2016-07-25