Da Necessidade de Movimentos nos Estudos Fílmicos

Autores

  • Bruno Fontes CLP, Universidade de Coimbra (Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura)

DOI:

https://doi.org/10.14195/2182-8830_5-1_23

Palavras-chave:

escrita e cinema

Resumo

Recensão crítica de Clara Rowland e Tom Conley, eds., Falso Movimento: Ensaios sobre Escrita e Cinema, Lisboa: Cotovia, 2016, 280 pp., ISBN: 978-972-795-357-8. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia Autor

Bruno Fontes, CLP, Universidade de Coimbra (Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura)

Bruno Fontes licenciou-se em Estudos Portugueses e Lusófonos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Concluiu, na mesma instituição, o Mestrado em Estudos Artísticos, na área de estudos fílmicos, com a tese Num mundo sempre noir: um estudo do film noir moderno, seguido de uma análise de Chinatown, de Roman Polanski (2011). A sua área principal de interesse académico é o diálogo do cinema com a literatura. Frequenta o Doutoramento em Materialidades da Literatura na Universidade de Coimbra

##submission.downloads##

Publicado

2017-12-27

Como Citar

Fontes, Bruno. 2017. «Da Necessidade De Movimentos Nos Estudos Fílmicos». MATLIT: Materialidades Da Literatura 5 (1):107-11. https://doi.org/10.14195/2182-8830_5-1_23.

Edição

Secção

Recensões | Reviews